Rizin Fighting Federation, um belo gostinho de nostalgia.

Hoje as cortinas se abaixaram e finalmente todos os fãs de MMA ao redor do mundo puderam finalmente idealizar em suas expectativas o que será o evento Rizin Fighting...

Hoje as cortinas se abaixaram e finalmente todos os fãs de MMA ao redor do mundo puderam finalmente idealizar em suas expectativas o que será o evento Rizin Fighting World Grand-Prix, popularmente conhecido nos últimos dias na internet como o “Novo Pride”.

 



Rizin World Grand-Prix. ( Foto: Sherdog )

Rizin World Grand-Prix. ( Foto: Sherdog )

Nesta quinta-feira na cidade de Tóquio, foi  realizada uma coletiva promovida pela organização, com objetivo de revelar alguns detalhes de um dos eventos mais esperados do ano. A coletiva contou com a presença de seu presidente o japonês Nobuyuki Sakakibara, idealizador  e comandante do extinto e querido Pride, acompanhado de figuras essenciais nessa nova jornada como Walid Ismail e Scott Coker respectivamente presidentes do Jungle Fight e do Bellator que vão contribuir com lutadores de suas organizações. Estava presenta também algumas das principais estrelas anunciadas até agora para o GP que terá inicio no dia 29 e com término no dia 31 de dezembro de 2015, entre meio as competições também será realizado uma “fan fest”

Até o presente momento o único combate confirmado será o duelo entre os ídolos japoneses Shinya Aoki e a verdadeira lenda viva do esporte Kazushi Sakuraba, o peso no qual os dois lutadores vão se enfrentar ainda não foi estabelecido.

Shinya e Sakuraba. ( Foto: Reprodução Instagram Shinya Aoki )

Shinya e Sakuraba. ( Foto: Reprodução Instagram Shinya Aoki )

Temos também confirmados para subir no ringue na estréia do evento o mito “Tha Last Emperor” Fedor Emelianeko, que volta de sua aposentadoria especialmente para pisar no Saitama Super Arena onde conquistou o título de melhor lutador de MMA de todos os tempo. Juntamente com mito Fedor e não menos importante, temos a primeira representante brasileira anunciada para o evento, a multicampeã mundial de jiu-jitsu Gabi Garcia, que faz sua estréia no MMA num dos palcos mais importantes da história do esporte.

Gabi Garcia seguida de Fedor. ( Foto: Reprodução instagram Gabi Garcia )

Gabi Garcia seguida de Fedor. ( Foto: Reprodução instagram Gabi Garcia )

“Obrigado aos fãs japoneses por todo carinho, é um sonho que se realiza, lutar na virada do ano ao lado de um grande ídolo. ( Fedor Emelianeko ). Obrigado ao eterno presidente do Pride ( Sakakibara ) por me proporcionar um dos momentos mais felizes da minha carreira!” – diz Gabi Garcia em agradecimento na legenda da foto.

“Não é sorte, é trabalho duro e honesto! Primeira mulher a pisar no ringue do Saitama Super Arena! Agradecimento especial ao meu mestre ( Fabio Gurgel ) que sempre me disse que existiam caminhos para se viver com o que se ama, basta trabalhar duro e no caminho certo! Feliz em saber que você estará ao meu lado para estas 90 mil pessoas, dia 31 de dezembro! O novo Pride está de volta #rizin é nossa nova casa!” – Completa a brasileira em mensagem claramente emocionada e honrada com a oportunidade.

Saitama Super Arena. ( Foto: Graciemag )

Saitama Super Arena. ( Foto: Graciemag )

Em momento crucial da coletiva um gosto de nostalgia pode ser sentido por todos os fãs das das artes marciais mistas quando foi revelado que as regras terão como base o antigo modelo que era usado no Pride, com direito aos famosos pisões e tiros de meta que eram sucesso antigamente e que foram banidos pela grande maioria dos torneios de MMA ao redor do globo. Outro fator nostálgico e que saímos das grades do cage e voltamos para o charmoso ringue, que segundo o presidente da organização será um ringue inédito.

A premiação para o campeão do primeiro Grand Prix do Rizin foi estipulada para o valor de 500 mil dólares, quantia esta que provavelmente causará um furor nos atletas de outras organizações, principalmente os do UFC que vivem um dilema com os pagamentos da Reebok, como o campeão dos meio-pesados Daniel Cormier que faturou de patrocínio a quantia de 40 mil doláres ( pagamento somente pela Reebok ) .

Walid Ismail, Nobuyuki Sakakibara e Scott Coker. ( Foto: Montagem NR )

Walid Ismail, Nobuyuki Sakakibara e Scott Coker. ( Foto: Montagem NR )

Agora o que podemos fazer é esperar e ver se toda a nostalgia causada por essa coletiva de imprensa poderá ser o verdadeiro sonho realizado de todos os fãs de MMA e também dos lutadores que sempre desejaram lutar na lendária Saitama Super Arena pela bandeira do Pride, que sempre nos proporcionou grandes emoções com duelos históricos. Que os brasileiros possam fazer sucesso conquistando o mundo através do Japão, assim como no passado.

Fique por dentro de mais novidades aqui no seu universo de lutas.

 

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebookhttps://on.fb.me/18HEkvH

 

Escrito por Luciano Viegas

 



IBlackbelt
Categorias
EspeciaisLutasMMA Internacional
Sem Comentários

Responder

*

*

um × cinco =

RELACIONADO POR