Senhoras e senhores, preparem-se para mais um show de Alex “cowboy” Oliveira

Neste próximo sábado, dia 7 de novembro, no UFC Fight Night 77: Belfort vs Henderson 3, o carismático e talentoso Alex “cowboy” Oliveira tem mais um confronto pelo UFC....

Neste próximo sábado, dia 7 de novembro, no UFC Fight Night 77: Belfort vs Henderson 3, o carismático e talentoso Alex “cowboy” Oliveira tem mais um confronto pelo UFC.

(Foto: Reprodução/ SporTv)

(Foto: Reprodução/ SporTv)

Natural de Três Rios, Rio de Janeiro, e membro da Tata Fight Team, o ex peão tinha acabado de fazer sua última luta, pelo Face to Face 10, quando recebera uma chamada de última hora, para substituir Josh Thomson e enfrentar Gilbert Durinho no UFC Fight Night: Maia vs LaFlare. Exatamente 1 mês depois desde a luta pelo Face to Face, lá estava o cowboy, frente a frente com Durinho. Apesar do pouco tempo de preparação, o que se viu no octógono foi um show de Alex, com muita movimentação e uma trocação excelente, anulando o adversário de todas as formas. Alex vencera os dois primeiros rounds e também estava vencendo o terceiro, mas acabou indo para o show, área em que o pupilo de Belfort é um monstro, e faltando cerca de 45 segundos para o final da luta, fora finalizado com uma chave de braço.



Na sequência, cowboy fora chamadomais uma vez de última horapara enfrentar KJ Noons. Ele entraria substituindo o também brasileiro Yan Cabral, que teve de ser retirado do combate por conta de uma dengue. Apenas 2 meses depois e lá estava ele novamente no ‘octógono’. Apesar de excelente ‘striker’, Alex não quis arriscar diante de um oponente que já conseguiu grande êxito inclusive em competições de boxe e kickboxing. Partiu para o jogo de ‘grappling’ e ainda no primeiro round, aos 2:51, aplicou um mata leão em Noons. Dessa vez o show não foi tão grande assim, mas a vitória veio.

(Foto: Getty Images)

(Foto: Getty Images)

 Em seu terceiro combate, a história não poderia ter sido diferente. Alex foi para os Estados Unidos, fazer uns treinos na American Top Team e para passear, quando fora chamado – mais uma vez de última hora – para o combate. Dessa vez ele entrara para enfrentar Joe Merrit, no UFC Fight Night: Machida vs Romero. Menos de 1 mês depois de sua última luta, lá estava ele frente a frente com seu adversário. Dessa vez o show foi completo. Uma excelente apresentação e com vitória no final, por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27).

Essa sequência de lutas que foram aceitas de última hora fez com que o Oliveira ganhasse muitos pontos com o chefão do Ultimate, Dana White. O presidente da Organização chegou a declarar que sempre podia contar com um cowboy, fazendo uma referência também a outro lutador, Donald Cerrone, que também é conhecido como cowboy e é bem conhecido por nunca negar um combate e além disso sempre está querendo lutar com muita frequência.

Para este combate, contra o polonês Piotr Hallmann, finalmente Alex Oliveira teve um bom tempo para sua preparação. Será que esse é um bom sinal de que, mais do que nunca, o show será espetacular? Preparem-se para o que está por vir.

 Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Kaio Teixeira Lima



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

um × quatro =

RELACIONADO POR