Tentando reescrever a história recente, Ronaldo Jacaré encara Vitor Belfort em Curitiba

Quando se fala de Jiu-jitsu no MMA, sem dúvida, um dos nomes que vem a cabeça dos apaixonados pelo esporte é o de Ronaldo jacaré Souza, uma das lendas...

Quando se fala de Jiu-jitsu no MMA, sem dúvida, um dos nomes que vem a cabeça dos apaixonados pelo esporte é o de Ronaldo jacaré Souza, uma das lendas da arte suave e protagonista de uma das maiores guerras da história dos tatames, contra Roger Gracie, em 2004, quando venceu a luta mesmo tendo um braço quebrado pelo adversário. Hoje, em Curitiba, ele sobe ao octógono mais famoso do Planeta tentando apagar a mancha da derrota para Yoel Romero, no UFC 194. Derrota polêmica, onde muitos acreditam que o brasileiro foi prejudicado pela arbitragem. Além disso, depois do combate, o cubano foi pego no exame antidoping, o que gerou uma repercussão ainda maior sobre o resultado daquela luta.

Getty Images

Getty Images

Jacaré estreou no MMA em 2003, quando foi derrotado pelo veterano Jorge Patino na primeira edição de Jungle Fight. De lá para cá foram 26 lutas, com 22 vitórias. Em seu terceiro evento, finalizou o poderoso Alexander Shlemenko, com um triângulo de mão, pelo JF-6. Ali, Ronaldo já mostrava que tinha um imenso potencial para o esporte.



Em 2008, chegou ao Dream, evento japonês de grande sucesso, que condecorou feras como Alistair Overeem e Gegard Mousasi. Jacaré foi bem na Terra do Sol Nascente e venceu 3 lutas seguidas, mas a derrota para Mousasi tirou sua chance de ser o campeão.

Foi ao Strikeforce em busca do título e com seu Jiu-jitsu refinado conquistou vitórias sobre Matt Lindland e Robbie Lawler. Jacaré foi campeão do evento até setembro de 2011, quando fora derrotado por um ascendente Luke Rockhold.

Chegou ao UFC em 2013 e continuou a enfileirar atletas com seu jogo de chão e até nocauteou o duríssimo Yushin Okami, em Minas Gerais, no UFN Teixeira x Bader. Após 5 vitórias na organização, estava a um passo da disputa de cinturão, quando foi colocado como adversário do wrestler olímpico, Yoel Romero. Após a derrota contestável, ainda assistiu a chegada de seu antigo algoz, Rockhold, ao cinturão. Tempos difíceis para Jacaré…

Ovacionado pela torcida curitibana na pesagem, Jacaré está pronto para enfrentar o Fenômeno Vitor Belfort, reescrever o capítulo de sua derrota para Romero e, quem sabe, desafiar Rockhold para uma revanche, em busca do cinturão do UFC.

UFC 198
14 de maio de 2016, em Curitiba (PR)
CARD PRINCIPAL (a partir de 23h de Brasília):
Peso-pesado: Fabricio Werdum x Stipe Miocic
Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Vitor Belfort
Peso-casado (até 63,5kg): Cris Cyborg x Leslie Smith
Peso-meio-pesado: Mauricio Shogun x Corey Anderson
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Bryan Barberena
CARD PRELIMINAR (a partir de 19h30 de Brasília):
Peso-meio-médio: Demian Maia x Matt Brown
Peso-médio: Thiago Marreta x Nate Marquardt
Peso-galo: John Lineker x Rob Font
Peso-meio-pesado: Rogério Minotouro x Patrick Cummins
Peso-leve: Francisco Massaranduba Trinaldo x Yancy Medeiros
Peso-meio-médio: Serginho Moraes x Luan Chagas
Peso-pena: Renato Moicano x Zubaira Tukhugov

 

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Por Aldebah Campos



Categorias
MMA InternacionalUFC
Sem Comentários

Responder

*

*

5 × três =

RELACIONADO POR