Thunder Fight 8: Lucas Mineiro ganha title shot; Silvério perde

Washington Silva, que havia feito seu último combate no WSOF, é o novo campeão dos meio-médios

Realizado no ultimo dia 5 , no ginásio do Clube Escola Thomaz Mazzoni, em São Paulo, o Thunder Fight 8 foi um evento de dar gosto de ver, com lutas empolgantes, desde as amadoras no início do card, até a disputa de cinturão dos meio-médios, no fim da noite.

No main-event, Elias “ Xuxu” Silvério, ex-atleta do UFC, colocava seu cinturão em jogo contra Washington Silva, que já passou pelo WSOF. No primeiro round, os lutadores se estudavam e apostavam nos chutes baixos nas pernas. Elias por três vezes executou um chute rodado na cabeça, que levantou a torcida em todas as tentativas.

No segundo round, Elias acabou escorregando após investida de Washington. Ciente da boa oportunidade, o desafiante partiu com tudo para cima, com um agressivo ground and pound. O campeão esboçou uma recuperação com uma chave de calcanhar, defendida pelo atleta do Corinthians, que pegou as costas e aplicou um bem-sucedido mata leão para terminar a luta e conquistar a cinta.

Outro destaque da noite foi o combate de outro lutador que esteve recentemente na franquia de Dana White: Lucas Mineiro, da Chute Boxe/Diego Lima, que enfrentou Serginho Leal. No início do combate, Serginho começou melhor e aplicou os primeiros golpes. Com as investidas do adversário, Mineiro ficou mais ligado na luta e foi para cima, conseguiu uma queda e ficou batendo até o fim da primeira parcial.

13876558_1066271476788419_1103934265403078301_n

Lucas Mineiro e Serginho Leal tiveram um combate emocionante do início ao fim (Reprodução/Facebook)

Na volta, os atletas continuaram a caminhar para frente. Serginho chegou a tomar dois knockdowns, mas mostrou incrível poder de reação em ambos quando se levantou. Já na metade do round, o arbitro parou o combate para checar um corte no ex-atleta do UFC. Novamente, Mineiro terminava o round aplicando golpes por cima.

Os momentos incríveis do terceiro round já começaram no intervalo. Viscardi Andrade estava no córner de Serginho e lhe deu uma “injeção de moral” durante o descanso. Já no round, os atletas, visivelmente cansados, aplicavam golpes com as energias que lhes restavam, entretanto, nada terminou diferente dos outros rounds, com Mineiro batendo por cima. Na decisão final dos árbitros, vitória por decisão unanime de Lucas, que ganhou o direito de disputar o cinturão da categoria peso-pena, contra o campeão Gilson Lomanto.



Categorias
MMA NacionalThunder Fight
Sem Comentários

Responder

*

*

cinco × 1 =

RELACIONADO POR