UFC 214: Análise do confronto Cris Cyborg x Tonya Evinger

O UFC 214 acontece neste sábado em Anaheim, Estadois Unidos e terá três disputas de cinturão. Uma delas é a do Cinturão Peso Pena Feminino entre a brasileira Cris...
Cris Cyborg e Tonya Evinger se enfrentam neste sábado no UFC 214 pelo título da categoria peso-pena

O UFC 214 acontece neste sábado em Anaheim, Estadois Unidos e terá três disputas de cinturão. Uma delas é a do Cinturão Peso Pena Feminino entre a brasileira Cris Cyborg e a americana Tonya Evinger.

LEIA MAIS
PORQUE ASSISTIR RENATO MOICANO VS BRIAN ORTEGA

O Brasil pode ter o segundo cinturão entre as mulheres. Cris Cyborg enfrenta a americana Tonya Evinger pelo Cinturão Peso Pena Feminino. A luta será a antepenúltima do card principal do UFC 214.



A americana vem sem derrotas desde julho de 2011 e é a atual campeão do Invicta FC. Tonya é especialista em Boxe e Wrestiling, é a nona do ranking do peso galo e sabe que terá uma parada duríssima pela frente, como disse ao site do Combate:

“Eu não sou covarde. Sei que é duríssimo encarar Cris Cyborg no peso-pena. Sei o que tenho pela frente, mas não me importo. Se eu recusasse essa luta, iria para casa e me arrependeria o resto da vida. Ficaria pensando: “Eu poderia ter vencido. Talvez, não sei. Talvez eu devesse ter aceitado a luta. Por que fui tão covarde? Era medo de lutar no peso-pena?” Essa não sou eu”.

A brasileira Cris Cyborg é a grande favorita para ficar com o cinturão. A curitibana de 32 anos é especialista em Muay Thai e se vira muito bem no Jiu Jitsu, e sabe que a chance de brilhar chegou. Cyborg vem de vitória no peso casado (63,5 kg) no UFC Fight Night: Cyborg vs Lansberg, onde derrotou a sueca Lina Lansberg por nocaute técnico no segundo round.

Cris Cyborg deve apostar na trocação para levar a cinta prar o Brasil, já que tem o Muay Thai afiadíssimo e sabe que tem o jiu jitsu para se virar caso necessite. A americana Tonya Evinger entra como zebra no duelo e precisa neutralizar o jogo da brasileira, usando o wrestiling para conseguir sair do octógono como campeã.

Vejo a brasileira como favorita para sair da Califórnia como campeã, pois tem um jogo mais sólido e eficiente do que o da sua adversária.



Categorias
UFC

30 anos. Praticante de Muay Thai e Boxe. Acompanha MMA desde o PRIDE FC. Apaixonado por artes marciais e lutas
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    dezessete − 4 =

    RELACIONADO POR