UFC 236: Qual a necessidade das duas disputas de cinturão interino?

Tem sido cada vez mais constante a quantidade de cinturões interinos colocados em jogo pelo UFC
(Foto: Divulgação/ UFC)

O UFC 236, que será realizado neste sábado, 13 de abril, terá duas disputas de cinturão. Na luta principal, o havaiano Max Holloway, campeão dos penas, sobe de divisão e encara Dustin Poirier. No ‘co-main event’, Kelvin Gastelum enfrenta a sensação do momento no peso-médio, Israel Adesanya. No entanto, não serão os títulos lineares que estarão em jogo, mas os interinos. Mas, há mesmo necessidade de tais disputas?

A resposta logo de cara é não. Não há necessidade de uma disputa de cinturão interino para essas divisões, exceto se levarmos em consideração fatores promocionais.



Resultado de imagem para max holloway

A cada luta, Max Holloway tem chamado mais atenção por sua evolução na qualidade técnica e seu estilo ousado, provocador (Foto: Reprodução)

Khabib Nurmagomedov, campeão peso-leve, e Robert Whittaker, campeão dos médios, não vão demorar a retornar aos combates. O primeiro está terminando de cumprir uma suspensão por causa da confusão com Conor McGregor logo após o combate entre eles no UFC 229, em outubro de 2018, e já revelou que deverá voltar a lutar em setembro deste ano, em Abu Dhabi. O segundo teve um problema de hérnia interna e intestino dobrado, tendo inclusive sua luta cancelada contra Kelvin Gastelum no UFC 234, mas planeja voltar ao octógono entre junho e agosto.

Se os dois lutadores, Khabib e Whittaker, cumprirem seus planos e retornarem no tempo previsto, ainda assim não completarão nem mesmo 1 ano sem defender seus títulos. Alguns dos primeiros casos onde o UFC adotou o cinturão interino, os campeões Georges St Pierre, Dominick Cruz e Cain Velasquez chegaram a ficar sem lutar, respectivamente, por 1 ano e 7 meses, 1 ano e 8 meses, 1 ano e 1 mês, até que o Ultimate tomasse uma decisão. A questão nesses dois casos do UFC 236 é, como já disse, promocional.

O UFC já queria ter feito uma “superluta” entre Holloway x Khabib, campeão contra campeão. Só esse fator já daria uma boa chamada no público. Mas, por que não dar um “up” nessa disputa? Se Max vence Poirier e conquista o título interino, seu ‘hype’ na divisão cresce. O havaiano fica como com a posse de cinturão de duas divisões de forma simultânea, aumenta sua valorização nas bolsas de apostas e ainda tem o fator EUA vs Rússia que envolve o duelo.

Resultado de imagem para israel adesanya

Israel Adesanya tem feito a alegria do público, dando show na trocação, com muita técnica e provocação (Foto: Reprodução)

Em relação ao peso-médio, a Organização não tem um grande ídolo desde Anderson Silva. Os campeões de lá pra cá, Chris Weidman, Luke Rockhold e Whittaker, não tem atraído tanta atenção do público, não estão sendo tão rentáveis. É aí que entra Israel Adesanya, lutador que chama atenção por seu talento no striking, seu estilo provocador. Tê-lo como campeão pode render muitos bons frutos ao Ultimate, por isso todo esse trabalho para aumentar o ‘hype’. Por sinal, investir na imagem de Israel é algo que o UFC sempre revelou interesse.

Agora, é saber se os planos do UFC vão seguir dentro do esperado ou Poirier e/ou Gastelum conseguirão “jogar água nesse chop”.

 

UFC 236: Holloway vs Poirier

13 de abril, State Farm Arena, Atlanta, Georgia

CARD PRINCIPAL

Leve: Max Holloway x Dustin Poirier
Médio: Kelvin Gastelum x Israel Adesanya
Meio-Pesado: Eryk Anders x Khalil Rountree Jr
Meio-Médio: Alan Jouban x Dwight Grant
Meio-Pesado: Ovince St Preux x Nikita Krylov

CARD PRELIMINAR

Leve: Jalin Turner x Matt Frevola
Mosca: Wilson Reis x Alexandre Pantoja
Meio-Médio: Max Griffin x Zelim Imadaev
Galo: Boston Salmon x Khalid Taha
Meio-Médio: Curtis Millender x Belal Muhammad
Galo: Montel Jackson x Andre Soukhamthath
Mosca-Feminino: Lauren Mueller x Poliana Botelho
Galo: Brandon Davis x Randy Costa



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

onze − cinco =

RELACIONADO POR