UFC 257: Poirier derrota McGregor com nocaute histórico; Chandler atropela oponente em luta de estreia

Irlandês sofre primeiro nocaute de sua carreira no primeiro pay per view do UFC em 2021; ex-campeão do Bellator domina adversário em seu combate de estreia na organização.
Nocautes devastadores aplicador por Poirier e Chandler marcaram o UFC 257 (foto: Divulgação UFC)

Um novo capítulo da história do MMA foi escrito neste sábado (23). Dustin Poirier chocou o universo das lutas ao infligir a primeira derrota por nocaute da carreira de Conor McGregor, em luta onde o irlandês era tido como favorito pela quase unanimidade dos fãs e da crítica especializada. Já no ‘co-main event’, o ex-campeão do Bellator Michael Chandler cumpriu com as expectativas e dominou Dan Hooker em seu combate de estreia na nova casa, tornando-se um dos principais ‘players’ dentro do Ultimate neste início e ano.

O UFC 257 abalou o mundo do MMA após Dustin Poirier se tornar um dos favoritos para a próxima disputa do título peso leve (até 70kg). O norte-americano calou os críticos ao derrotar Conor McGregor na Ilha da Luta, em Abu Dhabi. Atual, nº2 no ranking dos leves, Dustin foi o primeiro lutador na história a nocautear o irlandês.



No início do confronto, Conor parecia dominar o adversário com uma sequência de diretos. Em desvantagem, Poirier levou o combate para o chão mas o ‘Notório’ conseguiu escapar e pressionar Dustin contra as grades. O americano respondeu aos ataques e encerrou o round trocando golpes com o rival.

No round seguinte, Poirier e McGregor seguiram investindo no boxe aplicando golpes diretos. Foi então que um cruzado de Dustin desestabilizou o irlandês, que na sequência recebeu uma chuva de golpes e sofreu  a primeira derrota por nocaute de seu cartel profissional. “Eu venho de uma longa inatividade, e os chutes baixos me incomodaram bastante. Eu não estava tão confortável quanto eu esperava. Essa vai ser difícil de engolir, mas está 1 a 1. Pretendo fazer mais uma luta contra ele”, declarou McGregor após a luta.

Em outra grande atração do evento, Michael Chandler estreou de forma avassaladora no UFC. O ex-campeão peso-leve do Bellator dominou Dan Hooker e nocauteou o neozelandês aos 2m30s do primeiro round. “Foi uma estrada muito longa para chegar aqui. Tive altos e baixos, mas aqui estou, e quero disputar o cinturão o quanto antes. Eu me mantive fiel ao básico. É isso o que fazemos lá na academia. Cnor McGregor, surpresa! Este é o maior momento da minha carreira. Dustin Poirier, eu estou aqui! Khabib, se você estiver pronto e quiser deixar a aposentadoria para me enfrentar, eu estou pronto”, afirmou  Chandler o combate.

Ainda no card principal, Joanne Calderwood venceu Jessica Eye por decisão unânime dos jurados  e o promissor  Makhmud Muradov venceu Andrew Sanchez por nocaute técnico, após acertar um cruzado que abalou a estrutura do americano. No confronto entre lutadoras brasileiras, Marina Rodriguez venceu Amanda Ribas por nocaute técnico e reforçou sua posição de destaque na divisão peso-palha.

No card preliminar, o brasileiro Antônio Cara de Sapato foi derrotado por Brad Tavares via na decisão unânime. Vale também ressaltar que apenas uma das lutas da primeira parte do evento não foi para a decisão dos jurados, quando Julianna Peña venceu Sara McMann por finalização.

Após o evento, Dana White premiou Marina Rodriguez e Dustin Poirier com o bonus  ‘performances da noite’, no valor de 50 mil dólares (cerca de R$ 290 mil). Michael Chandler e Makhmud também receberam a quantia por suas vitórias no UFC 257.

Confira os resultados completos do UFC 257:

CARD PRINCIPAL

Dustin Poirier venceu Conor McGregor por nocaute técnico aos 2m32s do R2

Michael Chandler venceu Dan Hooker por nocaute técnico aos 2m30s do R1

Joanne Calderwood venceu Jessica Eye por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)

Makhmud Muradov venceu Andrew Sanchez por nocaute técnico aos 2m59s do R3

Marina Rodriguez venceu Amanda Ribas por nocaute técnico aos 54s do R2


CARD PRELIMINAR

Arman Tsarukyan venceu Matt Frevola por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26)

Brad Tavares venceu Antônio Cara de Sapato por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)

Julianna Peña venceu Sara McMann por finalização aos 3m39s do R3

Marcin Prachnio venceu Khalil Rountree Jr. por decisão unânime (triplo 29-28)

Movsar Evloev venceu Nik Lentz por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

Amir Albazi venceu Zhalgas Zhumagulov por decisão unânime (triplo 29-28)



Categorias
Lutas
Sem Comentários

Responder

*

*

20 − doze =

RELACIONADO POR