UFC on Espn 5: Covington vs Lawler – Resumo, resultados e bônus

No último sábado, 3 de agosto, aconteceu o UFC on Espn 5, no Prudential Center, em Newark, estado de New Jersey, nos EUA. O evento teve Colby Covington x...
Cláudio Hannibal comemora vitória sobre Cole Williams no UFC on Espn 5 (Foto: Vincent Carchietta/ USA Today Sports)

No último sábado, 3 de agosto, aconteceu o UFC on Espn 5, no Prudential Center, em Newark, estado de New Jersey, nos EUA. O evento teve Colby Covington x Robbie Lawler na luta principal e Jim Miller x Clay Guida no co-main event. O brasil ainda esteve representado por Cláudio “Hannibal”, que enfrentou Cole Williams, e “Netto Bjj”, no combate contra Nasrat Haqparast.

 LUTA PRINCIPAL: Colby Covington vs Robbie Lawler



Colby Covington abusou dos ‘jabs’ contra Robbie Lawler (Foto: Vincent Carchietta/ USA Today Sports) – UFC on Espn 5

Colby Covington e Robbie Lawler fizeram a luta principal do UFC Newark, pela divisão meio-médio. O ex-campeão linear não foi um páreo tão duro assim como poderíamos imaginar. “Ruthless” até começou bem, sendo mais perigoso, como já é seu costume. Mas o ex-campeão interino abusou do jogo de grappling e fez Robbie cansar. Aos poucos, estando muito melhor fisicamente, foi aumentando a confiança e levando vantagem até mesmo em pé. Com os braços cansados da isometria, Lawler foi levando cada vez menos perigo ao longo de cinco rounds.

No final do combate, os juízes laterais marcaram vitória de Colby Covington por decisão unânime (50-44/50-45/50-45). Ele soma agora 11 lutas pelo Ultimate, sendo 10 vitórias – 7 consecutivas – e apenas 1 derrota. O UFC deve finalmente dar a ele uma oportunidade de enfrentar o atual campeão linear, Kamaru Usman. Lawler, que já foi um dos lutadores mais empolgantes da história do UFC, muito premiado por suas lutas marcantes em termos de emoção, já não vive seus melhores dias. São 4 derrotas nas últimas 5 lutas, sendo 3 consecutivas. Na próxima atualização de ranking, ele que é o atual #11, pode acabar sendo retirado.

LUTA CO-PRINCIPAL: Jim Miller vs Clay Guida

Jim Miller “apagou” Clay Guida com uma guilhotina (Foto: Vincent Carchietta/ USA Today Sports) – UFC on Espn 5

Jim Miller e Clay Guida fizeram um combate de veteranos, pelo peso-leve, no co-main event. Os dois lutadores, juntos, possuem 60 lutas (33 de Miller e 27 de Guida) na Organização. Está, cada um, há mais de uma década prestando seus serviços. Sobre a luta, não foi preciso mais que um minuto para ser resolvida. Estudaram-se um pouco no início, até que Guida acertou um belo cruzado de direita, no contragolpe, que fez Miller balançar. Na sequência, foi Jim que atingiu o oponente com um cruzado potente, de canhota. “O carpinteiro” sentiu e se preparou para levar para o chão, mas foi pego numa guilhotina e acabou sendo colocado pra dormir.

O combate terminou com a finalização de Jim Miller, aos 58 segundos de duelo. O veterano de 35 anos chega a terceira vitórias nas últimas quatro lutas, todas por finalização. Excelente momento para quem antes dessa sequência chegou a ter quatro derrotas consecutivas. Clay Guida voltou ao caminho das derrotas. Nas últimas 3 lutas, foram duas derrotas seguidas. Se formos mais além, são quatro resultados negativos nos últimos 7 confrontos. Definitivamente, fase nada boa para o lutador que já foi campeão dos leves do extinto Strikeforce.

BRASILEIROS EM AÇÃO

Cláudio “Hannibal” não demorou muito a conseguir a finalização sobre Cole Williams (Foto: Vincent Carchietta/ USA Today Sports)

 

O primeiro brasileiro a entrar em ação foi o brasileiro Cláudio “Hannibal”, na segunda luta da noite, enfrentando Cole Williams em peso casado (o combate seria pelos meio-médios, mas o americano pegou o confronto há apenas duas semanas, substituindo Ramazan Emmev, e não conseguiu bater o peso, ficando mais de 2 kg acima). Após algum tempo na trocação, buscando a distância, ele deu o bote e levou o combate pra sua área de conforto. No chão, foi questão de tempo para ajustar a posição, pegar as costas e finalizar com um mata-leão aos 2:35 do primeiro round.

“Hannibal” chegou à décima quarta vitória em quinze combates na carreira. A única derrota foi em sua estreia na carreira profissional, em 2007. Já são mais de 11 anos de invencibilidade. Pelo UFC, é a quinta vitória em cinco lutas. Está mais que na hora de entrar no ranking da divisão. Cole Williams não teve a estreia dos sonhos no UFC. O lutador só tinha uma derrota em 12 lutas na carreira. Quase 10 anos depois, o brasileiro quebrou a sequência de 9 vitórias seguidas. É esperar por uma oportunidade de redenção.

Nasrat Haqparast ensaiou bastante o cruzado de esquerda, até que acertou em cheio e nocauteou (Foto: Vincent Carchietta/ USA Today Sports) – UFC on Espn 5

O segundo representante brasileiro a pisar no ‘cage’ foi o atleta da Evolução Thai, Joaquim Silva, o “Netto Bjj”. Ele enfrentou Nasrat Haqparast pela categoria peso-leve. Os dois fizeram um combate todo desenvolvido na trocação, com bons golpes acertados de ambos os lados. O primeiro round foi equilibrado, com dois juízes marcando 10-9 em favor de Nasrat e um marcando 10-9 para o atleta brasileiro. Mas no segundo round, não demorou muito até que o afegão acertou um potente cruzado de canhota, levando “Netto Bjj” a nocaute aos 0:36 do segundo round.

Após uma derrota na estreia pelo Ultimate, Haqparast soma agora 3 vitórias consecutivas e dois bônus em sequência O afegão de apenas 23 anos chegou a décima primeira vitória em treze lutas na carreira, sendo nove delas por nocaute. Na próxima atualização de ranking, pode aparecer no top 15 da categoria. O brasileiro, que chegou a ter um cartel de 10-0, soma agora duas derrotas nas últimas três lutas e está mais longe de ser lutador ranqueado. 

RESULTADOS COMPLETOS

Card Principal

Peso-Meio-Médio: Colby Covington venceu Robbie Lawler por decisão unânime (50-44/50-45/50-45);
Peso-Leve: Jim Miller finalizou Clay Guida aos 0:58 do 1º round;
PesoLeve: Nasrat Haqparast nocauteou Netto Bjj aos 0:36 do 2º round;
Peso-Médio: Gerald Meerschaert finalizou Trevin Giles aos 1:49 do 3º round;
Peso-Casado: Scott Holtzman nocauteou Dong Hyun Ma aos 5:00 do 2º round;
PesoMeioPesado: Kennedy Nzechukwu venceu Darko Stosic por decisão unânime (29-26/29-26/28-27);

Card Preliminar

Peso-Médio: Mickey Gall venceu Salim Touahri por decisão unânime (29-28/29-28/29-28);
Peso-Mosca-Feminino: Antonina Shevchenko finalizou Lucie Pudilova aos 1:20 do 2º round;
Peso-Mosca: Matt Schnell finalizou Jordan Espinosa aos 1:23 do 1º round;
PesoMosca-Feminino: Lauren Murphy nocauteou Mara Romero Borella aos 1:46 do 3º round;
PesoCasado: Cláudio Hanniba finalizou Cole Williams aos 2:35 do 1º round;
PesoMoscaFeminino: Miranda Granger venceu Hannah Goldy por decisão unânime (30-27/30-27/30-27)

BÔNUS

Antonina Shevchenko x Lucie Pudilova – US$ 50 mil para cada pela “luta da noite”

Nasrat Haqparast e Matt Schnell – US$ 50 mil para cada pelas “performances da noite”

Redator, editor e revisor: Kaio Lima



IBlackbelt
Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

20 − 20 =

RELACIONADO POR