UFC Pittsburgh: Donald Cerrone finaliza Alex Cowboy no primeiro round; brasileiros são derrotados

A noite em Pittsburgh teve grandes lutas, um resultado contestado e um duelo de Cowboys. Só não foi tão boa para os cinco brasileiros que entraram no Octógono, já...
Donald Cerrone teve seu braço erguido na luta principal (Foto: Twitter/UFC)

Donald Cerrone teve seu braço erguido na luta principal (Foto: Twitter/UFC)

A noite em Pittsburgh teve grandes lutas, um resultado contestado e um duelo de Cowboys. Só não foi tão boa para os cinco brasileiros que entraram no Octógono, já que todos foram derrotados. A cidade do aço foi palco do UFC do último domingo e o Nocaute na Rede te conta o que de melhor aconteceu no UFC Fight Night 83: Cowboy x Cowboy!

Luta principal: Donald Cerrone x Alex Cowboy

Cerrone (de preto) sofreu com o clinch de Oliveira (Foto: Twitter/MMA Fighting)

Cerrone (de preto) sofreu com o clinch de Oliveira (Foto: Twitter/MMA Fighting)

O carioca Alex “Cowboy” Oliveira entrou no Octógono tranquilo, dançando e sorrindo ao som de Gusttavo Lima, o que mostrava que, mesmo diante do maior desafio de sua carreira, ele estava calmo. Por sua vez, o “Cowboy” americano, Donald Cerrone, entrou rápido, pilhado, disposto a acabar com tudo rapidamente. E foi isso o que ele fez. Os Cowboys começaram o duelo trocando bastante, especialmente no clinch. Alex acertou boas joelhadas em Cerrone e o levou para a grade. Depois que o americano conseguiu se desvencilhar da pegada, eles foram para o centro. Cerrone derrubou Oliveira e não precisou de muito tempo para encaixar um triângulo e forçar o adversário a dar os tapinhas ainda no primeiro round. A estreia de Cerrone nos meio-médios não poderia ter sido melhor, uma vez que o técnico dele, Greg Jackson, declarou que ele pretende ficar na divisão até 77 quilos. Já para Alex Oliveira, a derrota pode ter sido frustrante, mas não trará muitos malefícios, já que ele aceitou o duelo com 17 dias de antecedência e os chefões do UFC com certeza gostaram de sua disposição. Além da vitória, Cerrone ainda levou um dos bônus de performance da noite para casa. O destaque negativo vai para o árbitro Mario Yamazaki que demorou para encerrar a luta, mesmo com o brasileiro dando muitos tapas em desistência. Ele só terminou o combate quando Donald Cerrone falou e mostrou que o brasileiro estava se rendendo.



Co-evento principal: #13 Derek Brunson x #15 Roan Jucão

Derek Brunson (de branco) saiu vitorioso do combate. (Foto: Twitter/MMAFighting)

Derek Brunson (de branco) saiu vitorioso do combate. (Foto: Twitter/MMAFighting)

O duelo entre os médios Derek Brunson e Roan Jucão também acabou rápido, no primeiro round. Os dois lutadores começaram se estudando, mas Brunson esteve sempre mais agressivo, colocando mais força nos golpes e aplicando melhores sequências que o brasileiro. Não demorou muito para que o americano colocasse Jucão na grade, o derrubasse e começasse a aplicar uma grande sequência de socos até a intervenção do árbitro central Keith Peterson. Derek conseguiu a sua terceira vitória seguida por nocaute no primeiro round e certamente subirá alguns degraus no ranking de sua divisão.

Na sua estreia no UFC, Augusto “Tanquinho” é nocauteado por Cody Garbrandt

Cody Garbrandt comemorando a vitória (Foto: Twitter/MMAFighting)

Cody Garbrandt comemorando a vitória (Foto: Twitter/MMAFighting)

Realmente a noite estava para lutas rápidas. E nada favoráveis aos brasileiros. Outro exemplo disso foi Augusto “Tanquinho”, um dos maiores nomes do jiu-jitsu e que fez sua transição recentemente ao MMA. Logo em sua estreia no UFC, ele foi “entregue aos leões”, quando enfrentou o perigoso produto da Team Alpha Male, Cody Garbrandt. Cody usou bastante os contra-ataques na luta, especialmente quando “Tanquinho” dava um chute baixo – ele sempre respondia com uma sequência de dois ou três golpes. Faltando pouco tempo para o final do primeiro round, ele encaixou bons golpes que levaram o brasileiro ao knockdown e o árbitro Mario Yamazaki encerrou o combate. Cody se firma como uma das grandes revelações do UFC e consegue a sua terceira vitória consecutiva na organização.

Outros destaques da noite

Lauren Murphy (em cima, de branco) e Kelly Hoszholz fizeram a melhor luta da noite (Foto: Facebook/UFC)

Lauren Murphy (em cima, de branco) e Kelly Hoszholz fizeram a melhor luta da noite (Foto: Facebook/UFC)

Os outros dois brasileiros da noite também não se deram bem. O veterano do TUF Brasil 1, Daniel Sarafian, foi nocauteado por Oluwale Bamgbose no primeiro round, após receber um chute alto e alguns socos que o apagaram. Leonardo “Leleco” Augusto também foi derrotado, mas na decisão, por Anthony Smith. “Leleco” perdeu os dois primeiros rounds, mas no terceiro teve até a chance de encerrar o combate e não conseguiu. Outro destaque negativo vai para a luta entre Marion Reneau e Ashlee Evans-Smith. O combate teve resultado contestado por muitas pessoas, inclusive o público na Consol Energy Center Arena vaiou muito a decisão, por terem considerado injusta a vitória de Evans-Smith. Vitória essa que veio por decisão dividida. O destaque positivo ficou para a luta entre Lauren Murphy e Kelly Faszholz, que se entregaram para o combate e mostraram muita disposição durante os três rounds. A ex-campeã do Invicta, Murphy, conseguiu sua primeira vitória na organização com um TKO faltando poucos segundos para o final do terceiro round. Murphy e Faszholz garantiram o bônus de luta da noite. Outro que também merece destaque é Chris Camozzi, que com uma sequência brutal de joelhadas, venceu Joe Riggs antes do primeiro minuto de luta e garantiu um dos bônus da noite.

RESULTADOS DO UFC FIGHT NIGHT: COWBOY X COWBOY
21 de fevereiro, em Pittsburgh, Estados Unidos

CARD PRINCIPAL
Peso meio-médio: Donald Cerrone derrotou Alex Cowboy por finalização (triângulo) no Round 1;
Peso-médio: #13 Derek Brunson derrotou #15 Roan Jucão por TKO no Round 1;
Peso-casado: Cody Garbrandt derrotou Augusto Tanquinho por nocaute no Round 1;
Peso-pena: #8 Dennis Bermudez derrotou #12 Tatsuya Kawajiri por decisão unânime
Peso-médio: Chris Camozzi derrotou Joe Riggs por TKO no round 1;
Peso-leve: James Krause derrotou Shane Campbell por decisão unânime;

CARD PRELIMINAR
Peso meio-médio: Sean Strickland derrotou Alex Garcia por nocaute no round 3;
Peso-médio: Oluwale Bamgbose derrotou Daniel Sarafian por nocaute no round 1;
Peso-médio: Anthony Smith derrotou Leandro “Leleco” Augusto por decisão unânime;
Peso meio-médio: Nathan Coy derrotou Jonavin Webb por decisão unânime;
Peso-galo: Ashlee Evans-Smith derrotou #11 Marion Reneau por decisão dividida;
Peso-galo: Lauren Murphy derrotou Kelly Faszholz por TKO no round 3;
Peso-pesado: Shamil Abdurakhimov derrotou Anthony Hamilton por decisão unânime.

BÔNUS DA NOITE
Luta da noite: Lauren Murphy x Kelly Faszholz
Performances da noite: Donald Cerrone e Chris Camozzi

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH



IBlackbelt
Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

nove − um =

RELACIONADO POR