UFC Vegas 17: Stephen Thompson retorna com vitória incontestável; José Aldo tem primeiro triunfo no peso-galo

Evento ocorreu na noite deste sábado (19) e foi último card promovida pelo Ultimate no ano de 2020
Veteranos levaram a melhor no UFC Vegas 17 (Fotos: Cooper Neill/ Jeff Bottar/ Zuffa LLC)

O UFC Vegas 17 , realizado neste sábado (19), em Las Vegas (EUA), encerrou o calendário de eventos da organização no ano de 2020. Os destaques da atração foram Stephen Thompson , que derrotou Geoff Neal com propriedade na luta principal do card, e José Aldo, que fecha o ano conquistando sua primeira vitória na divisão peso-galo (61kg).

Thompson venceu Geoff Neal com facilidade no UFC Vegas 17 ( Foto: Getty Images)

 



O veterano Stephen Thompson não decepcionou os fãs de MMA no main-event da noite. Parado desde 2019, o lutador de 37 anos de idade provou que o tempo em que ficou afastado do octógono não o prejudicou. O ex-desafiante ao cinturão dos meio-médios (77 kg) dominou Geoff Neal, através de esquivas e séries de golpes em linha reta, impondo com facilidade o ritmo da luta durante os cinco rounds e conquistando vitória por unanimidade na decisão dos juízes.

José Aldo conquistou primeira vitória no peso-galo (Foto: Getty Images)

Outra veterano que realizou uma atuação dominante na UFC Vegas 17 foi o brasileiro José Aldo. Vindo de uma sequência de derrotas na categoria peso-galo, o ‘Campeão do Povo’ conquistou sua primeira vitória na divisão derrotando Marlon Vera.

Durante a luta, o ex-campeão dos pesos-penas (66 kg) mostrou que está com o jiu-jitsu afiado, além de conectar seus tradicionais chutes na perna e cruzados na linha de cintura do oponente. No round final, o marauara buscou finalizações, em pé e no chão, demonstrando superioridade técnica em relação ao equatoriano e também vencendo por unanimidade.

Também no card principal, Michel Pereira venceu  Khaos Williams por pontos, em um combate de curta distância e sem dar espaço para os tradicionais golpes acrobáticos do “Paraense Voador”. Porém, outro brasileiro não teve sucesso em sua empreitada. Marlon Moraes foi derrotado por Rob Font, com um nocaute técnico.

Ainda representando o Brasil, porém no card preliminar, lutaram Taila Santos e Antônio Arroyo. A lutadora dominou a canadense Gillian Robertson e venceu o combate por decisão unanime. Por sua vez, Arroyo demonstrou desempenho fraco e perdeu sua segunda luta seguida no UFC, dessa vez para Deron Winn.

O bônus de ‘Luta da Noite’ foi para Stephen Thompson, que recebeu o prêmio de US$50 mil (cerca de R$255 mil). Rob Font, Marcin Tybura e Jimmy Flick também foram premiados com a mesma quantia por suas performances no evento.

RESULTADOS COMPLETOS

CARD PRINCIPAL

– Stephen Thompson venceu Geoff Neal por decisão unânime (triplo 50-45)

– José Aldo venceu Marlon Vera por decisão unânime (triplo 29-28)

– Michel Pereira venceu Khaos Williams por decisão unânime (triplo 29-28)

– Rob Font venceu Marlon Moraes por nocaute técnico aos 3m47s do R1

– Marcin Tybura venceu Greg Hardy por nocaute técnico aos 4m31s do R2

CARD PRELIMINAR

– Anthony Pettis venceu Alex Morono por decisão unânime (triplo 29-28)

– Pannie Kianzad venceu Sijara Eubanks por decisão unânime (triplo 29-28)

– Deron Winn venceu Antonio Arroyo por decisão unânime (triplo 29-28)

– Taila Santos venceu Gillian Robertson por decisão unânime (30-26, 30-26 e 29-28)

– Tafon Nchukwi venceu Jamie Pickett por decisão unânime (30-25, 30-26 e 30-26)

– Jimmy Flick venceu Cody Durden por finalização aos 3m18s do R1

– Christos Giagos venceu Carlton Minus por decisão unânime (30-26, 29-27 e 29-28)



Categorias
Lutas
Sem Comentários

Responder

*

*

treze + 2 =

RELACIONADO POR