Visando tornar-se esporte olímpico, muay thai tem seu 1º Pan Americano

Assim como outras modalidades, o muay thai busca ser um esporte olímpico. Diante disso, agora acontecerá o Pan Americano de Muay Thai, única competição que faltava para fechar o “ciclo...

Assim como outras modalidades, o muay thai busca ser um esporte olímpico. Diante disso, agora acontecerá o Pan Americano de Muay Thai, única competição que faltava para fechar o “ciclo olímpico”.

Os competidores já estão "dominando" o Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/ Portal do Vale Tudo)

Os competidores já estão “dominando” o Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/ Portal do Vale Tudo)

“O campeonato é chancelado pela TAFISA (The Association For International Sport for All), órgão reconhecido pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), e com isso o muay thai caminha para se tornar um exporte olímpico. Já temos os campeonatos europeu, africano, da oceânico e asiático, e só faltava o das Américas. Com isso, o ciclo se fecha e o muay thai se encaminha para entrar no hall dos esportes olímpicos”, festejou Artur Mariano, presidente da organização nas Américas e grão mestre do esporte.



Nos dias 30 (hoje) e 31 (amanhã) de outubro serão realizadas as disputas, no ginásio Caio Marins, em Niterói, Rio de Janeiro. No primeiro dia acontecerá às quartas e semi finais, e no sábado será a vez das finais. As categorias serão divididas em: Cadet (crianças), Youth (jovens até 18 anos), sênior (acima de 18 anos) e profissional. Brasil, Colômbia, Chile, México e Paraguai terão seus representantes.

Na competição profissional, Goiabinha (campeão mundial), Bernardo Braga (vice campeão mundial), um lutador do Rio Grande do Sul e mais um da Colômbia farão o torneio, que será realizado na categoria até 75 kg.

“Vários atletas campeões mundiais de vários estados do país participam do evento, além de gringos de bastante experiência no muay thai. São diversas divisões de peso, então fica difícil apontar todos os favoritos. Mas o Brasil, por ter o maior número de participantes, até por ser o país sede, larga na frente”,  apontou Artur Mariano.

No sábado, ainda acontecerão 3 lutas casadas. Vitor Santos (campeão mundial) enfrenta Maurício Rossi (bicampeão mundial). Igor Nogueira também encara o campeão Bruno Teófilo. E ainda tem o atual campeão mundial, Jonathan Silva, que enfrenta o atual vice campeão Dejanilson Moura.

Quem quiser acompanhar o evento, pode ir tranquilamente, a entrada será franca.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Kaio Teixeira Lima



Categorias
LutasMuay Thai

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

3 × 5 =

RELACIONADO POR