Warlley Alves analisa Jouban, e garante estar preparado para tudo esta noite

Campeão do The Ultimate Fighter Brasil que mais impressionou em três edições, esse é Warlley Alves, companheiro de treinos de ninguém menos que Ronaldo Jacaré. O lutador de apenas...

Campeão do The Ultimate Fighter Brasil que mais impressionou em três edições, esse é Warlley Alves, companheiro de treinos de ninguém menos que Ronaldo Jacaré. O lutador de apenas 23 anos, surge como uma das maiores promessas brasileiras da atualidade, e com um cartel invicto de colocar respeito nos adversários, inicia hora contra Alan Jouban na categoria dos meio médios no UFC sua trajetória em busca do seu maior sonho, que é conquistar o cinturão da categoria. Warlley mostra confiança para o combate de hoje a noite: 

“Não vim aqui pra brincar, vim pra trabalhar, com muito respeito ao meu adversário que é muito duro. Porém vou lá fazer o meu trabalho, vai ser porrada, não tem outra situação.”



UFC Fight Night Uberlandia - Ultimate Media Day

Warlley Alves promete ir pra cima de Alan Jouban (Foto: Buda Mendes / Zuffa LLC / UFC / Via Getty Images)

Lutando no seu estado natal, Warlley nasceu na cidade de Governador Valadares, Minas Gerais, mas foi criado no Rio de Janeiro, lugar onde treina até hoje, na academia X-Gym. O lutador é um dos quarto mineiro do card do UFC Uberlândia, junto com Juliana Lima, Claudio Mineiro, e Wagner Silva, companheiro de TUF Brasil 3. O lutador falou sobre essa expectativa de lutar em casa, e sobre a estratégia para o combate:

“Estou no meu estado, sou apaixonado por Minas Gerais. Moro no Rio desde muito novo. Mas conto com a torcida daqui, vou lutar em casa, vou lutar por Deus, por minha família, pelas pessoas que acreditam no meu sonho. Estou preparado para o que ele me oferecer, chegar lá, acertar o jogo. Vai ser chute, cotovelada, o que tiver que fazer, vou fazer, dentro das regras pra poder ganhar essa luta.”

No TUF Brasil 3, Warlley enfrentou na luta eliminatória Wendell Negão, uma fera do MMA nacional, que recentemente foi contratado pelo UFC, e venceu o combate por decisão unanime. Escolhido para compor o Time Sonnen, Warlley atropelou nas quartas de final Ismael Marmota, nocauteando o adversário com poucos segundos de luta. Já na semi-final Warlley conseguiu outra vitória relâmpago, finalizando Wagnão com um guilhotina, e na final atropelou Marcio Lyoto, aplicando outra guilhotina para se tornar campeão do TUF. Warlley falou sobre suas últimas conquistas e como pretende manter o foco:

“Eu tenho uma filosofia um pouco diferente de muita gente, a minha filosofia é que toda luta é a luta da minha vida. Quando entro lá, estou literalmente preparado pra morrer, e é até difícil falar isso em uma entrevista, mas estou pronto para dar o meu melhor. Eu sou aquilo que Deus tem pra minha vida, eu sei do que Deus quer de mim, é o que sei fazer, meu trabalho. Não é hoje, ontem, um mês atrás, me dedico a treze anos para esse momento, ninguém vai tirar de mim isso. Eu peço um passo de cada vez, ele não pode pegar o que é meu, é meu e não tem meio termo.”

Alan Jouban, adversário de Warlley Alves esta noite é um lutador que tem como especialidade o muay thai, e jiu-jitsu, e vem de uma grande vitória no UFC. Jouban nocauteou Seth Baczynski em agosto desse ano, e busca sua segunda vitória na organização. Com um cartel de 10 vitórias, e duas derrotas, Jouban vem de 4 triunfos consecutivos, e é mais experiente que Warlley, com mais lutas no cartel e 31 anos. Warlley analisa o adversário que enfrenta logo mais:

“Ele é duro, ele vem campeão de um evento, é canhoto, treina muay thai. Vai ser uma boa luta, vamos sair na mão. Ele vai querer lutar, brigar comigo, vamos fazer uma luta em pé do jeito que o público gosta. O Joe Silva casou uma excelente luta, e assim, não é uma luta fácil. Mas eu tive grandes desafios na minha carreira, acho que vou passar por mais um com a graça de Deus. As pessoas falam que sou muito marrento, muito confiante, acho que não, apenas confio em mim, confio em Deus, naquilo que Deus tem pra minha vida. Então eu lutei a vida inteira, vou fazer o que eu faço, se não acreditar em mim, ninguém vai acreditar. Vou chegar lá, dar o meu melhor, e se Deus quiser, sair de lá com a vitória.”

Alan Jouban inclusive é mais um adversário canhoto que Warlley enfrenta. Antes de entrar no TUF, Warlley encarou o norte-americano Mike Jackson, canhoto, e atropelou. E treinando com várias promessas e estrelas no Rio, garante estar bem treinado em anular o jogo do adversário norte-americano:

“É tudo diferente, o Lyoto que fez a final comigo é canhoto, o primeiro gringo que lutei no Jungle Fight era canhoto. Então todas as vezes que enfrentei um canhoto consegui me desempenhar bem. É difícil, muito treino, mas temos excelentes sparrings na academia. O Marcos Vinicius, é um lutador de 77kg, que está vindo também, quando chegar no UFC vai entortar todo mundo, é muito duro, está no Jungle Fight também. Tem muitos canhotos, o Pink, o Barba que me ajudou muito no treinamento. Enfim, estou muito focado pra isso.”

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqk

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Victor Nunes / Repórter: Gabriel Moreira



Categorias
EntrevistasLutasUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

um × dois =

RELACIONADO POR