WGP #29: Guto Inocente encara argentino Lucas Alsina pelo cinturão peso-pesado em Maringá

A relação entre o lutador Guto Inocente e as artes marciais começaram desde berço. Filho de pai faixa-preta de karatê e jiu-jitsu, o brasiliense escreve mais um capítulo da...

A relação entre o lutador Guto Inocente e as artes marciais começaram desde berço. Filho de pai faixa-preta de karatê e jiu-jitsu, o brasiliense escreve mais um capítulo da sua história no kickboxing neste sábado, dia 9 de abril. Guto é a estrela da noite do WGP #29, maior evento de luta em pé da América Latina, que acontece na cidade de Maringá, no Paraná. Ele inaugura a categoria peso-pesado (+94kg) diante do argentino Lucas Alsina já com disputa pelo cinturão da organização. O evento tem a primeira luta marcada para as 18h40 e terá transmissão de quatro emissoras diferentes e simultaneamente: o Canal Combate se junta ao Esporte Interativo, Bandsports e TV Aratu, filial do SBT na Bahia.

Guto Inocente e equipe (Foto: Divulgação)

Guto Inocente e equipe (Foto: Divulgação)

Organização promove treino aberto na véspera da pesagem



Nas vésperas do evento, o Shopping Maringá Park recebe uma das atividades oficiais WGP #29: Guto Inocente vs Lucas Alsina. A partir das 19 horas, os fãs de Maringá poderão acompanhar um treino aberto com os principais atletas que subirão ao ringue. Estarão presentes Guto Inocente, Lucas Alsina, Deucélio Rodrigues e outros atletas da cidade que irão mostrar um pouco de sua preparação para a luta. Já a pesagem oficial do evento será no dia seguinte, sexta-feira, dia 8, às 18h, também no Shopping Maringá Park.

Nascido nos tatames, Guto Inocente festeja melhor momento da carreira

Com o sangue de lutador correndo nas suas veias desde pequeno, o brasiliense se vê, aos 29 anos, no melhor momento da carreira. O início nas artes marciais veio ainda aos 4 anos de idade no judô, e na infância, por influência do pai, chegou a praticar diversas modalidades, como o karatê e o jiu-jitsu. Mas a paixão do brasiliense é o kickboxing. Fã do holandês Peter Aerts, ícone mundial da luta em pé, Guto quase se perdeu na adolescência, mas viu o esporte mudar sua vida. Hoje, o brasiliense possui um extenso cartel de 61 lutas, sendo 46 vitórias e 14 derrotas.

“Eu já nasci no meio da luta, desde moleque estava na academia. Sempre competi bastante na infância e sempre treinei todas as modalidades. Na minha adolescência foi um pouco difícil, acabei me envolvendo com uma galera que fazia muita besteira e me perdi um pouco. Mas quando comecei a focar no kickboxing com meu pai, aos 17 anos, vi aqui era aquilo que eu queria para minha vida e aos poucos foi tomando juízo e aprendendo a ser um atleta de verdade”, afirma.

A carreira no kickboxing já lhe rendeu títulos brasileiros e pan-americano, mas o mais recente foi especial para Guto. Na última vez que entrou em ação pelo WGP, o lutador derrotou o sorocabano Felipe Micheletti e conquistou o cinturão da categoria meio-pesado (até 94Kg) em um duelo muito equilibrado, disputado na edição 26, em Guarapuava, em setembro do ano passado. O título do maior evento de luta em pé na América Latina foi uma realização para o brasiliense, que neste sábado sobe para a divisão dos pesos-pesados, uma categoria acima da que venceu Micheletti, e já estreia como o campeão. O adversário Lucas Alsina não é mais um desconhecido.

“As expectativas são as melhores possíveis, estou de novo fazendo a luta principal e isso é muito gratificante. Não conhecia meu adversário, mas fui procurar e vi bastante coisa dele. É um cara muito duro, tem um boxe bom, chuta bem, mas nada demais. Acho que o Micheletti é bem mais perigoso que ele por exemplo”, afirma o lutador, para completar sobre a diferença de lutar uma categoria acima. “Facilita bastante, não tem limite de peso, e para bater 94kg eu tiro quase 20kg. Isso me atrapalhava no rendimento, perdendo gás e agora que não tenho que perder peso com certeza vou chegar melhor na parte física”.

Oponente de Guto, o argentino Lucas Alsina faz sua estreia no WGP, mas possui bastante experiência no esporte. Aos 30 anos, o lutador já foi campeão argentino e sul-americano, possuindo um cartel de 22 lutas e 18 vitórias, sendo dez delas por nocaute. Natural de Buenos Aires, Lucas só foi derrotado em duas oportunidades na carreira. O evento conta ainda com mais 13 combates, com destaque para a disputa do Challenger GP peso-galo (até 60kg) que define o próximo desafiante do campeão Paulinho Tebar e a despedida do tetracampeão mundial Deucélio Rodrigues. Ele encara o norte-americano German Baltazar.

WGP #29: Guto Inocente vs Lucas Alsina

Data: Sábado, dia 09 de abril de 2016
Local: Ginásio Valdir Pinheiro
Endereço: Vila Olímpica – Av. Colombo — Zona 07, Maringá – PR
Horário: 18h40 (horário de Brasília) – Abertura dos portões as 18hs.
Transmissão: Bandsports e Canal Combate (20h) / Esporte Interativo e TV Aratu (filial do SBT em Salvador) para a Bahia (21h).
Ingressos online: https://goo.gl/QgqNgP
Pontos de venda: https://goo.gl/OjnpHU

WGP Main card

Main Event
K1 Rules / Peso-pesado (+94 Kg)
Guto Inocente (RKT – BRA) vs Lucas Alsina (Picante Fight Club – ARG)

Co-main Event
K1 Rules / Peso-galo (60 Kg)
Deucélio Rodrigues (CT Celio Rodrigues – BRA) vs German Baltazar (Team USA Kickboxing – EUA)

Challenger GP – Final
K1 Rules / Peso-galo (60 Kg)
Vencedor da Semifinal 1 vs Vencedor da Semifinal 2

Super Fight 6
K1 Rules / Peso-médio (85 Kg)
Ariel Machado (LA Sports Fight / Madison Team) vs Maycon Silva (Ponto 1)

Super Fight 5
K1 Rules / Peso-meio-médio (75 Kg)
David Silveira (DS Gym Fight/Ponto 1) vs Wallace Lopes (Rio Fighters / FX Fitght Team)

Challenger GP – Semifinal 2
K1 Rules / Peso-galo (60 Kg)
Bruno Cerutti (CT Celio Rodrigues) vs Gustavo Piacentini (Company Top Fight)

Challenger GP – Semifinal 1
K1 Rules / Peso-galo (60 Kg)
Hector Santiago (Seven Fight Team) vs Rafael “Coruja” (FX Fight Team)

WGP Super Fights

Super Fight 4
K1 Rules / Peso-pena (64,5 Kg)
Samuel Pereira (Ponto 1) vs Eduardo Borba (COVS Team)

Super Fight 3
K1 Rules / Peso-galo (60 Kg – Feminino)
Fran Callegari (Gold Fighter Team) vs Carol Bartier (Company Top Fight)

Super Fight 2
K1 Rules / Peso-pena (64,5 Kg)
João Miquelin (Schima Combat) vs Thiago Porto (Inside Munil Adriano)

Super Fight 1
K1 Rules / Super peso-meio-médio (78,1 Kg)
Gabriel “Macaco” Siqueira (Team Big G) vs Alysson Campos (N1 Team)

WGP Undercard

Luta 3
K1 Rules / Peso-leve (66,8 Kg)
Alessandro “Da Lua” Campos (Junior Vidal Team / Fighten) vs Ewerton “Ninja” (Gold Fighter Team)
Luta 2
K1 Rules / Peso-médio (81 Kg)
Alan Patrik (Ponto 1) vs Fabio Reis (Schima Combat)

Luta 1
K1 Rules / Peso-leve (66,8 Kg)
Fernando “Nescau” Resende (Coliseum) vs Luisinho Santos (Ponto 1 / Glory Gym)

Sobre o WGP

O WGP Kickboxing é a maior organização de kickboxing na América Latina. Promovido desde 2011 com o apoio da Confederação Brasileira de Kickboxing (CBKB), a organização proporciona uma série de eventos profissionais de padrão internacional aos atletas da modalidade, incentivando a melhora de seu nível técnico, além de promover o kickboxing no Brasil e no mundo. Alguns dos melhores atletas de luta em pé do mundo participam dos shows, vindos de potências como Holanda, Rússia e Marrocos.

Dinâmico e atrativo para os fãs, o WGP Kickboxing é transmitido ao vivo pelo Canal Combate/SporTV, Esporte Interativo, Bandsports, TV Aratu (filial do SBT) para o estado da Bahia. Todas as lutas promovidas pela organização seguem a regra da WAKO PRO, disponíveis em https://bit.ly/1r4QUjc..

 
 


Categorias
LutasWGP Kickboxing

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

3 × 5 =

RELACIONADO POR