XFC i11 é marcado por noite de grandes lutas e cinturão brasileiro

Quem perdeu a última edição do XFC em São Paulo, deixou de ver combates do mais alto nível. A noite foi marcada pela disputa do cinturão peso-mosca feminino que agora...

Quem perdeu a última edição do XFC em São Paulo, deixou de ver combates do mais alto nível. A noite foi marcada pela disputa do cinturão peso-mosca feminino que agora pertence à brasileira Poliana Botelho, atleta da equipe Nova União (que, como não poderia deixar de ser, teve Dedé Pederneiras em seu córner).

Poliana Botelho é a nova campeã mundial peso-mosca do XFC (Foto: Fusion Photography)

Poliana Botelho é a nova campeã mundial peso-mosca do XFC (Foto: Fusion Photography)

Poliana encarou a argentina Silvana “La Malvada” Juarez, que até então estava invicta profissionalmente, e foi impedida pelos médicos de voltar para o quinto round, após quatro rounds brutais. A brasileira é agora a melhor peso mosca do mundo, e pode esperar desafios ainda maiores daqui pra frente.



No co-main event, uma guerra entre os atletas Willian Cilli da equipe Chute Boxe Diego Lima e Fernando dos Santos, da Nova União. No dia da pesagem o atleta Willian Cilli prometeu manter a luta em pé, e nocautear, enquanto Fernando dos Santos prometeu botar a luta pra baixo e finalizar. O que ninguém esperava era que o atleta da Chute Boxe finalizasse o faixa preta de jiu jitsu da Nova União. Willian Cilli encaixou uma guilhotina ainda no primeiro round e deu fim ao combate, sagrando-se campeão do torneio peso-leve da organização.

Willian Cilli finalizou Fernando dos Santos e foi campeão do torneio dos leves (Foto: Fusion Photography)

Willian Cilli finalizou Fernando dos Santos e foi campeão do torneio dos leves (Foto: Fusion Photography)

Outra luta muito esperada pelos fãs, foi o combate entre os pesos penas Guilherme Faria e Missael Silva, válido pela final do torneio peso pena e que terminou com um nocaute espetacular de Guilherme Faria sobre Missael ainda no primeiro round e saiu do hexágono com o ouro no peito.

Ainda pelo card principal, a brasileira Marília Santos venceu a neozelandesa Kate da Silva por decisão unânime dos jurados, e a alemã Sheila Gaff bateu a brasileira Antônia Silvaneide com uma linda chave de braço no primeiro round.

No combate que abriu o card principal, Cleiton Predador nocauteou Weslle Pereira no segundo round em luta válida pela categoria dos leves.

No card preliminar, destaque para a brasileira Ilara Joanne, que venceu a russa Julia Borisova por nocaute técnico ainda no primeiro round, e mostrando que não veio de brincadeira ao XFC. O combate foi válido pela categoria dos moscas, contando com a presença do cearense Rony Jason no córner da atleta brasileira. Jason também esteve no córner do brasileiro Jefferson Rodrigues, que bateu o argentino Ezequiel Eyalarar por decisão unânime dos jurados em luta da categoria dos moscas.

Denis “Três Dedos” Oliveira venceu com propriedade o atleta José Vagno, por decisão unânime em uma das melhores lutas da noite, em combate válido pela categoria dos moscas do XFC. No combate que abriu o evento, o peso mosca Rogério Bontorin finalizou Israel Lima com uma linda chave de tornozelo ainda no primeiro round.

O evento ocorreu no XFC International Center, em São Paulo e foi transmitido pelo Canal Esporte Interativo, e promete muitas emoções para suas próximas edições. Fique ligado!

Resultados Oficiais

Poliana Botelho venceu Silvana Juarez por nocaute técnico (interrupção médica) no intervalo do quarto para o quinto round

Willian Cilli venceu Fernando dos Santos por finalização com uma guilhotina a 1min e 27seg do primeiro round

Guilherme Faria venceu Missael Silva por nocaute a 1min 03seg do primeiro round

Marilia Santos venceu Kate da Silva (NZE) por decisão unânime dos juízes

Sheila Gaff (ALE) venceu Antonia Silvaneide Marretinha por finalização com uma chave de braço aos 4min 46seg do primeiro round

Cleiton “Predador” Pereira venceu Weslle Pereira por nocaute técnico a 1min 27 seg do segundo round

Jefferson Rodrigues venceu Ezequiel Eyalarar (ARG) na decisão unânime dos juízes

Ilara Joanne venceu Julia Borisova (RUS) por nocaute técnico aos 2min 19 seg do primeiro round

Denis “Três Dedos” Oliveira venceu José Vagno Soares por decisão unânime dos juízes

Rogério Bontorin venceu Israel Silva Lima por finalização com uma chave de tornozelo a 1min 20 seg

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebookhttps://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Edu Andrade



Categorias
LutasMMA InternacionalMMA NacionalXFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

três + quinze =

RELACIONADO POR