Yuri Maia o gaúcho casca grossa

O Gaúcho em ascensão Yuri Maia o “Kong Killa” tem nova batalha pela frente, agora em Frederico Westphalen/RS no dia 19 disputará contra Guilherme Jantara pelo cinturão dos leves...

O Gaúcho em ascensão Yuri Maia o “Kong Killa” tem nova batalha pela frente, agora em Frederico Westphalen/RS no dia 19 disputará contra Guilherme Jantara pelo cinturão dos leves na luta principal do evento FFC (Frederico Fighting Championship). Atualmente Yuri tem em seu Cartel do MMA – 12 lutas sendo 11 vitórias (7 nocautes e 4 decisões), em seu último combate derrotou Felipe Barbosa por nocaute técnico no evento X-Fest – Battle of Giants dia 06 de Julho deste ano.

Foto: CFX Sports

Foto: CFX Sports

Confira abaixo a entrevista exclusiva:



NR: De onde surgiu a ideia de se tornar um lutador de MMA?

Yuri: A ideia surgiu desde pequeno, sempre trabalhei com o corpo praticando esportes pulando de um lado para o outro, até finalmente me encontrar no MMA que achei e me apaixonei.

NR: Quem foi e como surgiu o apelido “Kong Killa”?

Yuri: O apelido “Kong Killa” surgiu através da música criada pelo meu amigo Hantaru Atack Frontal sobre o tema da minha vida onde diz que tem que ter pegada de Gorila sempre e veio daí o tão curioso apelido.

NR: Você não tem nenhuma finalização ainda no cartel, tem dado ênfase nos treinos de jiu-jitsu?

Yuri: Sim treino bastante meu jiu-jitsu e wrestling, para me tornar um atleta completo, mas prefiro muito mais a trocação talvez se um dia eu tiver nas costas do adversário, como já aconteceu, eu voltaria pra montada só pra desferir os socos hehe.

NR: Foco principal são os eventos internacionais, ou os daqui do Brasil já estão pagando bem comparando aos eventos de médio porte internacional?

Yuri: Com certeza o foco são eventos lá fora, mas aquii ainda da pra lutar o MMA, tá crescendo muito e valorizando os atletas de alto nível.

NR: Quais são seus objetivos de agora em diante na sua carreira?

Yuri: Meus objetivos são fechar esse ano com chave de ouro com muitos nocautes e pegar maturidade para ano que vem lutar ou no bellator ou UFC.

NR: O que você acha do seu próximo adversário Guilherme Jantara?

Yuri: Acho que vai ser uma boa luta, ele é faixa preta de jiu-jitsu eu sou azul, vai ser um bom combate para eu me testar.

YURI MAIA

NR: Quando não está lutando, o que você faz? Qual seu Hobby?

Yuri: Bom, eu não faço nada na vida a não ser treinar, quando não estou lutando estou treinando duro no minimo 3 vezes por dia, todos os dias, não saio a festas, não bebo, quase não tenho vida social hehehe eu vi em uma revista que se a pessoa quer ser muito boa em alguma coisa tem que fazer essa coisa todos os dias no minimo 3 vezes por dia.

NR: Quantos combates você faz por ano em média? E pretende aumentar ou manter esse número?

Yuri: Normalmente eu faço 6 lutas por ano esse ano vou fechar com 6 ou 7, ano que vem dependendo do evento pode ser que aumente ou diminua isso só o tempo pode dizer agora.

NR: Deixe um abraço para seus fãs!

Yuri: Quero agradecer toda a galera que vem me apoiando e me dando incentivo, que compartilham e curtem minhas coisas no facebook, só tenho a agradecer todo mundo de coração, e agradecer a todos meus apoiadores e patrocinadores, Royal Star, Newlife Sports, Cfx Sports, G Correa, Fabiano Soares, Naty Steyer, Naco Ferreira, Dio Sports, Sergio Pimentel e Tenda Natural, sem vocês eu não seria nada. OSS

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta nossa página no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH



Categorias
LutasMMA Nacional

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

cinco + 9 =

RELACIONADO POR