Zé Reborn fala sobre últimas conquistas e sonho de chegar no UFC

Um dos melhores lutadores do país na categoria dos galos Zé Reborn, que também tem atuado na categoria dos moscas, ganhou nos últimos dias mais um cinturão para sua...

Um dos melhores lutadores do país na categoria dos galos Zé Reborn, que também tem atuado na categoria dos moscas, ganhou nos últimos dias mais um cinturão para sua coleção. Lutando no Circuito de Lutas Fight Night 4, Zé Reborn enfrentou Eduardo Souza pelo título peso galo do evento, e mesmo passando por dificuldades durante o combate, conseguiu se recuperar, e finalizar o adversário ainda no primeiro round. Em entrevista exclusiva, Zé Reborn nos falou sobre essa última luta:

“Sabia que ele era oriundo da trocação, e no começo da luta pude perceber que ele bate pesado (risos). Me perdi um pouco na base trocada e ele conseguiu me acertar bons golpes, eu estava preparado para mais uma guerra. Mudei o jogo no meio do round e consegui ir para as costas, fomos ao solo e no finalzinho consegui encaixar um mata leão. Nosso objetivo era conquistar o cinturão e ele veio.”



Tapology

Reborn em ação no Jungle Fight (Foto: Tapology)

José Alexandre, mais conhecido como “Zé Reborn” possuí 26 anos, e já acumula um cartel com mas de 20 lutas profissionais. Enfrentando várias feras do MMA nacional, Reborn já derrotou 15 aversários, e perdeu apenas 6 lutas. O lutador vem de uma sequencia de 6 vitórias consecutivas na carreira, sendo três delas no Circuito de Lutas Fight Night. O lutador nos fala se acredita estar na melhor fase da carreira:

“Acredito que se não fosse o erro na arbitragem na luta em que fiz em Maceió, o overhand que pegou no meu peito e desequilibrado cai e o juiz interrompeu a luta poderia estar hoje com 9 vitorias consecutivas. Mas venho em uma crescente cada vez pegando pedreiras, sei que posso melhorar, mas tenho objetivos a serem alcançados.”

Entre seus últimos adversários, Reborn derrotou Felipe Efrain, Paulo Pizzo, e Angelo Lopes. Reborn inclusive já encarou no cenário nacional Thomas Almeida, Anderson berinja, e já lutou nos melhores evento do cenário nacional como Jungle Fight e o Circuito Talent. Reborn nos fala se acredita estar entre os melhores do Brasil atualmente em sua categoria:

“Para ser o melhor falta muito ainda, tenho vontade, garra e determinação para buscar esse nível. Olha, nunca escolhemos adversários, as lutas aparecem e vamos caminhando,vou em busca de mais cinturões pode ter certeza. Tenho só 3 anos de treinos e sei que preciso melhorar muito em todos os sentidos.”

(Foto: Revista Pegada)

Reborn comemorando vitória no Circuito de Lutas (Foto: Revista Pegada)

Zé Reborn tem lutado em duas categorias em suas últimas apresentações, e vencido tanto no peso galo, até 61kg, ou nos moscas, até 57kg. Reborn nos fala em que categoria deve lutar futuramente, ou se pretende continuar lutando em ambos os pesos:

“A preferência é lutar nos moscas, mas em concordância com meu técnico e treinador o Pastor Giraia, luto também nos galos. Não tenho nada fechado para lutar ainda, existem especulações, mas nada concreto.”

O sonho de todo lutador é ser contratado pelo maior evento de MMA do mundo que é o UFC atualmente, e com Reborn não é diferente. Zé Reborn nos diz se acredita estar perto de alcançar esse objetivo:

“Não sei se estou perto, mas esse é meu objetivo, não sei o caminho a percorrer para que isso aconteça com mais facilidade, meu plano é chegar lá. E acho que lutando e ganhando é a forma natural para que alcance esse objetivo.”

Com mais um título na carreira, Reborn nos fala sobre as suas maiores conquistas em mais de 3 anos de carreira:

“Esse é meu terceiro cinturão, tenho o primeiro cinturão do reality show “Por um sonho” que aconteceu em Mogi, ano passado, sou o primeiro a conquistar e detentor do cinturão do Reborn Strike fight, e agora o primeiro a conquistar o cinturão dos galos do Circuito de Lutas Fight Night. Nos três fui o primeiro, mas a sensação é maravilhosa de dever cumprido, tem uma torcida que me acompanha, a família Reborn, meus familiares e sempre que subo ao octógono luto por cada um deles e como disse, tenho meus objetivos.”

Encerrando a entrevista, Zé Reborn que deve tentar uma oportunidade para entrar no TUF Brasil 4, deixa um recado a quem nos acompanha:

“Para vocês que acompanham o Nocaute na Rede um forte abraço. Agradeço aos parceiros, a Power, família e a Reborn Team por acreditar e me ensinar o que hoje sei sobre luta. Para conhecer um pouco mais sobre a minha história, visitem a minha página no facebook, Zé Reborn. Deus abençoe a todos.”

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqk

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Sem título

Escrito por Victor Nunes



Categorias
LutasMMA Nacional

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

dez − seis =

RELACIONADO POR