EXCLUSIVO: Nocaute na Rede entrevista um dos maiores nomes do Muay Thai em nossa era moderna, Petchboonchu FA Group. | Nocaute na Rede

EXCLUSIVO: Nocaute na Rede entrevista um dos maiores nomes do Muay Thai em nossa era moderna, Petchboonchu FA Group.

O mais condecorado lutador de Muay Thai em nossa era atual, Petchboonchu FA Group conversa conosco do Nocaute na Rede pela segunda vez.

Agora pela manhã, nossa equipe de produção de conteúdo do Nocaute na Rede teve acesso ao mais condecorado lutador de Muay Thai em nossa era moderna, combatente que marcou história nas competições da Tailândia e que enfileirou diversos nomes de elite em sua jornada esportiva. Trata-se da lenda viva Petchboonchu FA Group. 

Petchboonchu, atualmente com 27 anos e um instrutor de Muay Thai da gigante académica Evolve MMA, detém de 14 títulos na modalidade, sendo múltiplas vezes campeão do Lumpinee stadium , uma vez no Rajadamnern stadium e também campeão na WBC Muay Thai. O atleta também acumula diversos triunfos sobre estrelas do ramo, como o inigualável Saenchai PKSaenchaiGym (2x), Nong-O Gayaghadao, Sakedao Petpaythai, Orono Wor Petchpul e Kongsaka PKSaenchai Gym, para nomear alguns.

NR: Primeiramente Petchboonchu, você teve muitos e muitos confrontos em sua jornada pelo Muay Thai, então nos fale sobre seu adversário mais difícil… Quem você acha que foi?

Petchboonchu: É muito difícil escolher uma luta, ou mesmo um lutador. Mas acho que foi minhas lutas com Nong-O Gayaghadao e o Yodwicha. Lutei com esses dois caras por 8x, e eles são caras difíceis de se lidar. Nong-O é extremamente técnico, ele pode usar todas as armas do Muay Thai muito bem, já o Yodwicha, como eu, e um lutador de joelhos, no qual é muito forte e mantém sempre um ataque frequente.

NR: Expandindo a primeira questão para as lutas de título, você adquiriu muitos cinturões no decorrer de sua carreira, então nos fale seu pensamento sobre a mais difícil, e porque a escolha dessa necessariamente?

Petchboonchu: A luta mais difícil de cinturão pra mim foi contra o Saenchai, pelo titulo de 130 pounds do Lumpine Stadium. Foi muito difícil pois eu tinha perdido a luta anterior, e nesse tempo o Saenchai estava na melhor forma de sua carreira, ele tem muita experiência, adicionados a isso, ele e super técnico e cheio de truques enquanto luta, foi muito difícil, mas eu agradeço por ter conseguido essa vitoria e ter conquistado aquele cinturão do Lumpinee.

NR: Na última vez que nos falamos, você tinha começado a sua jornada no Jiu Jitsu, esses dias mesmo pude ver você ganhando o primeiro grau na faixa branca de Jiu Jitsu, então me fale o que mudou nos seus pensamentos desde então sobre essa arte e qual sua opinião sobre o JJ hoje?

Petchboonchu: Eu realmente gosto do Jiu jitsu, com certeza é muito diferente do Muay Thai, e acho todas as varias técnicas e conceitos da arte realmente interessante. Lutar no chão pra mim é um novo mundo, e estou gostando disso. Meu próximo objetivo agora e atingir a faixa azul de Jiu Jitsu. 

NR: Na primeira entrevista que você me deu, você  deu sua opinião honesta sobre o Mixed Martial Arts e deixou no ar que algum dia você poderia tentar o MMA, o que mudou desde aquele tempo para agora em seus pensamentos sobre o MMA? 

Petchboonchu: Atualmente estou treinando e aprendendo a parte de chão, vou continuar a trabalhar duro para aprender e me polir no MMA, mas quando estiver pronto, realmente planejo em competir o MMA.

NR: Falando culturamente, os lutadores tailandeses tem mais respeito pelo estilo europeu do que o resto do mundo, o que acha sobre isso? ja que você e um lutador tailandes, achei bastante interessante te perguntar isso…

Petchboonchu: Eu respeito muito os diferentes estilos de Striking, acredito que elas detém de algo interessante e algumas coisas certamente são bastante utilizáveis. Existem muitos grandes strikers de diferentes estilos, como um lutador de Muay Thai, certamente eu acredito que essa é a arte mais completa.

NR: Você migrou da Tailândia para a Singapura visando ser coach na gigante academia Evolve MMA, como tem sido essa parte de coaching e como tem sido sua rotina nova?

Petchboonchu: Eu realmente amo estar fazendo esse trabalho de Coaching na Evolve MMA, gosto muito de ensinar e passar o que aprendi nesse tempo com o Muay Thai. Trabalhar com esses multi campeões mundiais, alguns  ate ja lutei diversas vezes, é muito divertido.

NR: Aqui no Brasil, o seu nome tem uma força imensa entre os praticantes da arte, entao deixe uma mensagem pra toda essa galera que te acompanha.

Petchboonchu: Estou muito honrado de saber que tenho fãs no Brasil. Eu estou sempre com os brasileiros, você sabe, eles são meus instrutores na Evolve MMA, e eu realmente gosto da seleção brasileira de futebol. Gostaria de agradecer a todos vocês do Brasil que me seguem, profunda e fielmente eu aprecio esse suporte.

Treine na academia que mais cresce no mundo: WWW.EVOLVE-MMA.COM

IBlackbelt
Categorias
EntrevistasEspeciaisLutas

Jornalista - seguidor dos esportes de combate desde 2006 - Fã de Shogun e Mousasi.
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    RELACIONADO POR