Luta entre Saul “Canelo” Alvarez e Gennady Golovkin foi cancelada! | Nocaute na Rede

Luta entre Saul “Canelo” Alvarez e Gennady Golovkin foi cancelada!

O lutador mexicano foi notificado por não cumprir os requisitos dos testes antidoping e desiste da luta.
A primeira luta realizada em 16 de setembro de 2017 terminou empatada (Fonte abc7.com).

 

A primeira luta realizada em 16 de setembro de 2017 terminou empatada (Fonte abc7.com).

A tão esperada revanche entre dois dos maiores lutadores da atualidade, o mexicano Saul “Canelo” Alvarez e o cazaque Gennady Golovkin não irá acontecer. Tudo começou quando “Canelo” apresentou, em seus exames, traços da substância denominada “Clembuterol” (broncodilatador, utilizado por atletas para otimizar a queima de gordura).

A luta estava programada para ocorrer no dia 5 de maio. “Canelo” já tinha sido notificado e, em suas razões de defesa, afirmou que havia ingerido carne contaminada pela substância em apreço. Ocorre que o pugilista mexicano foi notificado por duas vezes acerca da utilização de Clembuterol e tinha audiência com a Comissão Atlética de Nevada em 18 de abril, porém resolveu desistir da peleia alegando que não iria ser liberado pelo órgão supracitado para atuar diante do lutador do Cazaquistão.

A primeira luta foi muito equilibrada e tensa. (Fonte: Al Bello/Getty Images)

Alguns nomes foram trazidos à baila para substituir Saul Canelo, dentre eles o do brasileiro Yamaguchi Falcão, que venceu sua última luta recentemente, mas não há informações concretas sobre quem seria o suposto adversário de Golovkin ou se o evento será, de fato, cancelado.

“Canelo” tem um cartel expressivo: são 52 lutas, 49 vitórias, 2 empates (um deles, diante de Golovkin) e apenas uma derrota (para Floyd Mayweather Jr.), nocauteando 34 oponentes.

O lutador mexicano sofreu apenas um revés na carreira (Fonte: Globo Esporte).

Já GGG conta com 38 lutas, 37 vitórias, 33 delas por nocaute, e um empate.

O lutador do Cazaquistão é o homem a ser batido (Fonte: Boxing News).

Em jogo, estariam os cinturões mundiais da Associação Mundial de Boxe, do Conselho e da Federação Mundial de Boxe, em luta válida pela categoria dos médios (até 161 libras, ou 73.03 Kg).

Categorias
Boxe Nacional e InternacionalLutas

Entusiasta da Nobre Arte e do MMA desde tenra idade. Posso me gabar de ter nascido em uma geração que acompanhou as lutas de Mike Tyson, Maguila, Holyfield, Foreman, Roy Jones Jr, Popó, entre outros e de ter acompanhado os primórdios do MMA (antigo Vale Tudo), desde o chute de Gerard Gordeau em Teila Tuli, o massacre que Rickson Gracie promoveu no Japão, até os dias de hoje, com atletas marciais completos como Jon Jones. Nasci em Curitiba, terra da Chute Boxe e de valorosos guerreiros e espero trazer um pouco dessa experiência para os leitores do Nocaute na Rede.
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    13 + dois =

    RELACIONADO POR