Peso Palha Feminino (até 52 kg) | Nocaute na Rede

Peso Palha Feminino (até 52 kg)

JOANNA JEDRZEJCZYK

A nova campeã dos palhas femininos e a primeira da Polônia no Ultimate, Joanna Jędrzejczyk, não só fez história como ajudou e muito os planos de Dana White com sua expansão pela Europa. A polonesa que não chegou ao cinturão por acaso, já tinha um belo background nas artes marciais com vários títulos mundiais amadores e profissionais no Kickboxing e MuayThai.

INÍCIO

Joanna a nova estrela polonesa.(Foto: Mike Roach/Zuffa LLC)

Joanna a nova estrela polonesa (Foto: Mike Roach/Zuffa LLC)

Estreando no MMA em 2012 no SFT – MMA Diva Fight Night contra sua compatriota SylwiaJuskiewicz, Joanna venceu por decisão unânime e após sua primeira vitória emplacou uma sequência de mais cinco triunfos, se destacando contra a então, número um da Rússia, Julia Berezikova e com um belo nocaute sobre a veterana Rosi Sexton. Excelentes resultados e performances acabaram lhe rendendo uma contratação pelo UFC em 2014.

UFC

Em seu primeiro combate dentro do Ultimate, enfrentou a brasileira Juliana Lima. A polonesa se apresentou muito bem e levou mais uma na decisão unânime. Esse resultado lhe rendeu a oportunidade de lutar com a número 2 do mundo Claudia Gadelha. Numa batalha de 3 rounds bem disputados, Jędrzejczyk saiu com mais uma vitória, dessa vez por decisão dividida e polêmica, já que boa parte dos fãs, imprensa e especialistas marcaram a vitória para brasileira, até Joanna reconheceu e ofereceu uma revanche imediata.

CINTURÃO

Com expressivos resultados, chegou a disputa pelo cinturão no UFC 185 contra a até então, campeã peso-palha feminino, Carla Esparza. E como de costume em suas lutas,  mostrou muita técnica e agressividade. A polonesa acabou não tomando conhecimento da americana e “passou o carro’’, levando o título mundial para Polônia.

A primeira defesa de cinturão de Jędrzejczyk foi contra Jessica Penne, ex-Campeã Peso Átomo do Invicta FC e semifinalista do TUF 20, no dia 20 de Junho de 2015 no UFC Fight Night: Jędrzejczyk vs. Penne, em Berlim. A performance de ambas lutadoras lhe rendeu o prêmio de Luta da Noite. Joanna teve uma atuação impecável, onde conectou nada menos que 162 golpes, 126 deles considerados com certa relevância. No final, mais um nocaute técnico para o cartel invicto de Joanna Jędrzejczyk.

Em novembro de 2015, Joanna fez uma lutaça com Valérie Létourneau no UFC 193. Em cinco rounds, a atual campeã mostrou que está com a trocação em dia e após a vitória por decisão unânime, teria mais uma luta com sua maior rival, Claudinha Gadelha.

Joanna Jedrzejczyk (Foto: UFC/ Reprodução)

Joanna Jedrzejczyk (Foto: UFC/ Reprodução)

Depois de se tornarem técnicas do The Ultimate Fighter 23 e esquentarem ainda mais a relação entre si, Joanna e Gadelha se enfrentaram no TUF 23 Finale, na histórica semana da luta do UFC 200. Em um duelo bem disputado que mais um vez agraciou os fãs de MMA, Joanna saiu com a vitória por decisão unânime.

No histórico UFC 205, na cidade de de Nova Iorque, Joanna enfrentou sua conterrânea também invicta, Karolina Kowalkiewicz. Em um combate praticamente todo em pé, com um show de trocação das duas lutadoras, a campeã se garantiu e levou mais essa para casa. Será que ainda tem alguém nessa categoria capaz de pará-la?

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: http://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: http://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Luiz Ferreira

Atualizado por Ton Freitas

Sem Comentários

Responder

*

*