UFC Fight Night 127 Parte 1: Charles Byrd e John Phillips fazem duelo equilibrado em Londres | Nocaute na Rede

UFC Fight Night 127 Parte 1: Charles Byrd e John Phillips fazem duelo equilibrado em Londres

OddsShark preparou análise para vocês lucrarem muito neste final de semana. Logo tem mais com a análise do main e co-main event!
UFC-Fight-Night-127-London-Werdum-vs-Volkov-Fight-Poster-750

O Ultimate Fighting Championship terá uma edição bem curiosa neste final de semana. Em Londres, o ex-campeão do peso-pesado (até 120kg), Fabrício Werdum, vai encarar o russo Alexander Volkov na principal luta do Fight Night 127. Se o brasileiro vencer ele poderá voltar a ser o principal desafiante ao cinturão de Stipe Miocic, que está com luta marcada para julho, na edição 226, diante do campeão do meio-pesado (até 92,9kg).

A noite deste sábado (17 de março) contará com 12 lutas no total e o Oddsshark.com preparou duas análises para vocês ficarem ainda mais por dentro dos confrontos que movimentarão a O2 Arena. Nesta primeira matéria separamos cinco lutas que abrirão o card principal e esmiuçamos os principais detalhes de cada um dos lutadores. Confiram!

(R$4,50) Paul Craig x Magomed Ankalaev (R$1,20) – meio pesado (até 92,9kg)

O azarão do confronto é o escocês Paul Craig. Oriundo de torneios menores, o atleta estreou no UFC em dezembro de 2016, quando venceu o brasileiro Henrique da Silva por finalização e alcançou nove vitórias no cartel. Aos 30 anos de idade, Craig só fez seu primeiro confronto profissional em 2013, por isso seus números eram bons.

Porém, a realidade começou a mudar para o escocês já no seu segundo evento dentro do UFC. Diante de Tyson Pedro, no UFC 209, em março de 2017, Paul foi tecnicamente nocauteado logo no primeiro round depois de uma sequência de cotoveladas. Quatro meses depois foi a vez dele subir no octógono e perder por nocaute para Khalil Rountree.

Seu retrospecto ruim o coloca como franco azarão, essa é a verdade. Especialista na luta de chão (oito das suas nove vitórias foram por finalização), Craig terá pela frente o russo Magomed Ankalaev, que é especialista em sambo e tem uma mão bem pesada.

Apesar de ser estreante no UFC, Ankalaev chega sendo favorito e criando bastante expectativa nos fãs. Invicto no MMA, venceu nove das lutas, sendo quatro por nocaute técnico e cinco por finalização. Afiado na luta de curta distância, tem um ground and pound poderoso, que pode levar muitas complicação aos seus adversários.

Paul Craig leva vantagem de tamanho, pois tem 1,92m, mas Khalil tem uma condição física melhor. Tecnicamente, considero o russo um atleta mais completo. Aos 25 anos de idade, Ankalaev tem muito vigor físico e deve impor um ritmo de que vai complicar para o escocês. Meu palpite é de vitória do estreante no UFC.

(R$3,50) Danny Henry x Hakeen Dawodu (R$1,31) – peso pena (até 65,7kg)

O canadense Hakeen Dawodu é especialista no muay-thai e tem uma estilo de luta muito agressivo. Ele sabe se impor fisicamente e tem um gás de dar inveja. Aos 26 anos, o atleta soma oito lutas no cartel e nunca perdeu. São sete vitórias (seis por nocaute e uma por decisão dos juízes) e um no contest (sem resultado).

Dawodu estreará no UFC em Londres e é uma das apostas da organização para alavancar os confrontos no quesito show. Sem dúvidas, trata-se de um cara capaz de dar aquilo que os fãs gostam: muita trocação. Talvez por isso Hakeen está cotado no Oddsshark.com como o favorito.

Apesar da cota indicar R$3,50 para a vitória de Danny Henry, acho que essa luta tem tudo para ser bem equilibrada. Lutando em casa, Henry, que é escocês, terá uma multidão a seu favor. Além disso, aos 29 anos, o atleta tem mais experiência que o seu oponente, inclusive já soma uma luta dentro do UFC, quando venceu Daniel Teymur em julho de 2017.

Natural de Edimburgo, Henry é um lutador que sabe lutar em pé e no chão, inclusive, acho que ele levará vantagem no segundo quesito diante de Dawodu. Com 13 lutas em seu cartel, Danny ganhou 11 vezes (cinco por nocaute, quatro por finalização e duas por decisão) e perdeu duas vezes.

A vantagem de Henry é a experiência e o tamanho. Em termos atléticos vejo o canadense Hakeen levando clara vantagem. Muito forte e com muita pegada nos golpes, Dawodu é mais contundente e tem tudo para nocautear. As chances de Henry passam diretamente pela luta no chão. Meu palpite é de vitória do favorito, mas se o azarão souber ditar o ritmo da luta e não cair na pressão de Dawodu, quem decidir apostar na zebra pode sair lucrando.

(R$1,31) Jack Marshman x Brad Scott (R$3,50) – peso médio (até 83,9kg)

Esse é um duelo de dois atletas representantes do Reino Unido. Jack Marshman é representante do País de Gales, tem 28 anos e soma 29 lutas no cartel, sendo 22 vitórias e sete derrotas. Brad Scott tem a mesma idade, mas menos experiência: 16 lutas (11 triunfos e cinco derrotas). Entretanto, Scott está há mais tempo no UFC, já que estreou em dezembro de 2012.

Os fãs do MMA podem esperar um confronto com muita trocação. Dificilmente o término da luta será diferente de nocaute. Isso porque Marshman e Scott gostam da luta em pé e não têm medo de trocar porrada. Por isso, torna-se mais difícil prever o resultado final.

Ambos vêm de derrotas e quem perder pode vir a não fazer mais parte do UFC no dia seguinte, já que estão bem irregulares. Por isso, a carga emocional do duelo está bem alto. Vou apostar em Jack Marshman porque, apesar de ser mais baixo, é um atleta mais testado e com queixo mais duro.

(R$1,54) Danny Roberts x Oliver Enkamp (R$2,50) – meio médio (até 77,1kg)

O sueco Oliver Enkamp é encarado como um dos maiores talentos no MMA surgidos no país. Aos 26 anos de idade, ele estreou no UFC em maio de 2017 e perdeu por decisão unânime. No total o atleta soma oito lutas, sendo sete vitórias e uma derrota. Seu foco de luta está mais voltado para o chão.

Favorito para a vitória, segundo o Oddsshark.com, o inglês Danny Roberts leva vantagem técnica, física e de experiência. No UFC ele soma cinco lutas, com três vitórias e duas derrotas. Em dezembro de 2017 o atleta foi derrotado por nocaute por Nordine Taleb. O resultado surpreendeu a muitos, porém, quando um atleta preza muito pela luta em pé ele naturalmente corre mais riscos. Foi o que aconteceu.

Acho válido ousar e apostar em Oliver, não vejo nenhuma loucura nisso. Entretanto, prefiro indicar Roberts como o provável vencedor porque ele tem muita coisa a seu favor, inclusive o fator casa. Sua intensidade de luta é muito boa e dificilmente seus confrontos acabam nas mãos dos juízes. Acredito que dessa vez não será diferente.

(R$1,80) John Phillips x Charles Byrd (R$1,95) – peso médio

Luta muito equilibrada envolvendo dois atletas que nunca subiram no octógono mais famoso do mundo. De um lado, John Phillips, um lutador de 32 anos, 28 lutas no cartel e 18 nocautes. Ele nunca foi nocauteado e tem uma mão pesadíssima. Seu forte é a luta em pé, sem dúvidas. Oriundo do País de Gales, Phillips entra como favorito.

Charles Byrd é baixo para a categoria, mas é muito rápido e é dono de um porte físico muito atlético, mesmo aos 34 anos. Das suas 13 lutas venceu nove e perdeu quatro. O norte-americano é mais eclético que Phillips e transita melhor entre a luta em pé e no chão. Essa é sua maior vantagem e o motivo de me fazer acreditar que o confronto será equilibrado.

Curiosamente, ambos têm uma idade avançada. John é mais experimentado, mas Byrd é mais técnico. Acho muito difícil que alguém não saia nocauteado desse duelo. Meu palpite será de vitória do Phillips única e exclusivamente por causa do peso da sua mão.

Cotas para o UFC Fight Night 127 (17 de março)

(R$1,80) John Phillips x Charles Byrd (R$1,95) – peso médio (até 83,9kg) – Palpite: vitória de Phillips

(R$1,54) Danny Roberts x Oliver Enkamp (R$2,50) – meio médio (até 77,1kg) – Palpite: vitória de Roberts

(R$1,31) Jack Marshman x Brad Scott (R$3,50) – peso médio (até 83,9kg) – Palpite: vitória de Marshman

(R$3,50) Danny Henry x Hakeen Dawodu (R$1,31) – peso pena (até 65,7kg) – Palpite: vitória de Dawodu

(R$4,50) Paul Craig x Magomed Ankalaev (R$1,20) – meio pesado (até 92,9kg) – Palpite: vitória de Ankalaev

Categorias
ApostasEspeciaisLutasUFC

Louco por MMA Internacional e Nacional. Owner do Nocaute na Rede e Redator dos sites RSEsporte.com e Torcedores.com."1% de chances SEMPRE confiante"
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    um × um =

    RELACIONADO POR