Feliz aniversário, Anderson "The Spider" Silva | Nocaute Na Rede

Feliz Aniversário, Anderson Silva

O "Spider" completa 42 anos no dia de hoje. Relembre a carreira desse atleta que dispensa qualquer comentário
(Foto: MMA Core)

Chamado por muitos de “O Melhor Atleta De Todos Os Tempos”, o curitibano Anderson Silva já pode dizer que sua carreira no MMA é digna de uma LENDA do esporte. Apesar das raízes em Curitiba, Anderson nasceu em São Paulo, na capital, no dia 14 de Abril de 1975, e se mudou para a capital paranaense com 4 anos de idade. Seu apelido “aranha” é desde criança, quando ganhou uma fantasia do personagem Homem Aranha, criado pelo cartunista e cineasta Stan Lee.

Começou a treinar taekwondo aos 5 anos e tornou-se faixa preta aos 18. Além do taekwondo, Anderson é faixa preta em Muay Thai e em Jiu-Jítsu, mas o mais curioso é que ele tentou ser JOGADOR DE FUTEBOL primeiro. Tentando uma peneira no Corinthians, clube de São Paulo, Anderson se atrasou em 40 minutos para o treino, perdendo a vaga. Acabou indo treinar boxe na academia do clube e logo viram seu potencial para esportes de combate.

Época de ouro de Chute Boxe, com Anderson, José “Pelé” Landi-Jons, Wanderlei Silva, Murilo Ninja e muitos outros (Foto: SuperLutas)

Iniciou sua jornada no MMA em 1997 participando de um circuito estilo Grand Prix em Lençóis Paulista vencendo os dois combates que disputou. Depois, lutou no Mato Grosso do Sul, vencendo mais um torneio, desta vez um circuito Freestyle. Dali, foi para o Mecca Vale-Tudo e fez cinco combates pelo banner, sofrendo a primeira derrota da carreira, para Luiz Azeredo, no ano 2000. Também estreou pelo Shooto naquele ano, vencendo os dois duelos que disputou e tornando-se campeão dos meio-médios da organização após vencer Hayato “Mach” Sakurai.

Dali, o Aranha iria para o Japão lutar pelo PRIDE FC, considerada uma das maiores organizações do mundo. Emplacou três vitórias até ser finalizado por Daiju Takase em 2003. Ficou um ano afastado do PRIDE e fez combates no Brasil, na Coréia do Sul e na Inglaterra (onde foi campeão dos médios do Cage Rage) até em Dezembro de 2004 retornar ao PRIDE com derrota para Ryo Chonan, onde foi vítima de uma das finalizações mais espetaculares do MMA: uma chave de tornozelo com tesoura aérea (flying scissor to heel hook).

Anderson nocauteia Carlos Newton pelo PRIDE 25 (Foto: MMA Junkie)

Após abandonar o PRIDE, Anderson focou em defender seu reinado no Cage Rage e manteve-se invicto na organização, sofrendo apenas UMA derrota lutando pelo Rumble Of The Rock contra Yushin Okami (foi desqualificado após golpe ilegal) em 2006. Emplacando um cartel de 14 vitórias e apenas 4 derrotas, Anderson atraiu a atenção do UFC, que o contratou na metade de 2006.

Estreou contra Chris Leben em Junho pelo UFC Fight Night 5 e o nocauteou de forma brutal. Sua segunda luta já foi de cara contra o campeão Rich Franklin pelo UFC 64 em Outubro… Muitos diziam que Rich dominaria, visto que estava em sua melhor fase… Mas o que se viu foi um MASSACRE por parte de Anderson. O Aranha dominou o combate e amassou o americano com joelhadas e socos, conquistando o cinturão dos pesos-médios do UFC.

Anderson conquista o cinturão dos pesos-médios do UFC vencendo Rich Franklin pelo UFC 64 (Foto: Pinterest)

Dali para a frente, foi só massacre. Anderson permaneceu no reinado da divisão por SETE ANOS e despachou nomes como Rich Franklin, Chael Sonnen, Patrick Côté, Dan Henderson, Forrest Griffin, Demian Maia, Vítor Belfort… Parecia não haver oponente com cacife para bater o Aranha. Seu reinado o rendeu muitas glórias, quebrou recordes, ganhou status de lenda do esporte e a alcunha de “Melhor De Todos Os Tempos” e muitos elogios do patrão Dana White.

Nocautes plásticos, estilo de luta ousado, resistência a golpes, resiliência, gás, finalizações, jogo de chão impecável… Parecia que não tinha NADA no jogo do Aranha que não fosse excepcional. Entretanto, um dia, ele provou o gosto da derrota… Pelo UFC 162, em Julho de 2013, Chris Weidman chocou o mundo ao nocautear o Aranha, acabando com sua invencibilidade de 15 lutas no UFC, 17 ao total…

Anderson é superado por Chris Weidman e perde seu reinado no UFC 162 (Foto: MMA Core)

A revanche deu-se no final do mesmo ano, mas o final não foi favorável ao “Spider”. Um chute defendido por Weidman causou uma fratura horrível na perna do Aranha, que teve de ser carregado pela maca urrando e gemendo de dor. Passou por cirurgia e um período complicado de recuperação… Muitos achavam que sua carreira estava acabada… Mas NADA impediu o nosso Aranha de perseverar e continuar fazendo o que ama.

Voltou em Janeiro de 2015 e bateu Nick Diaz no main event do UFC 183 mas foi pego em exame antidoping que acusou ele de uso de androsterona e drostanolona, medicamentos esteróides anabolizantes (que especialistas dizem poderem ser eficazes para tratar a lesão que Anderson teve), mudando o resultado da luta para No Contest. Cumpriu sua pena e voltou apenas em 2016.

A fatídica lesão de Anderson na revanche contra Chris Weidman… Seria o fim para o Spider??? (Foto? SuperLutas)

Em 2016 fez dois combates, perdendo os dois. Foi derrotado pelo agora campeão Michael Bisping em resultado controverso e foi superado pelo campeão dos meio-pesados do UFC Daniel Cormier no UFC 200, aceitando a luta com pouco tempo de antecedência. Os pedidos por aposentadoria continuavam mas Anderson provou que ainda tem muita lenha para queimar.

Em 2017, Anderson bateu Derek Brunson e retomou o caminho das vitórias e atualmente ostenta cartel de 34 vitórias e 8 derrotas. Está pronto para mais um confronto pelo UFC, mas aguarda adversário para o UFC 212, já que Kelvin Gastelum foi pego no antidoping com metabólitos de maconha após derrotar Vítor Belfort… Mas lutando ou não, Anderson dispensa qualquer comentário. Um atleta cuja trajetória nos mostra e ensina de verdade do que uma LENDA é feita.

E hoje, o aranha completa 42 anos! Feliz aniversário, Anderson!

IBlackbelt
Categorias
AniversáriosLutasMMAMMA InternacionalUFC

Paulistano, São Paulino, baterista, perito em TI, fanático por lutas e viciado em games. Colunista e redator Nocaute Na Rede.
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    RELACIONADO POR